quinta-feira, 23 de fevereiro de 2012

Almas desnudadas


Esta noite eu tive um sonho,
sonhei que via Jesus Cristo.

Era um sonho tão diferente
que levou todos os meus conflitos.

Ele era tão normal
comumente tão igual
pois bebia e comia
em alegria ele sorria
com os bêbados ele falava
a escoria ele abraçava

seu afeto não cobrava
era assim tão diferente
sempre tão indiferente
era um exemplo de ser gente

não conhecia o preconceito
a não ser do próprio orgulho
da soberba e da ganância
sua grande intolerância.

Ele viu na prostituta
entre todas a mais puta
um enorme coração
e  não a despudorou
com carinho ele a amou
o seu julgo foi o amor.

Aqui na zona boemia
capital de Minas gerais
tantos bêbados e drogados
tantos seres mal amados
pela sociedade execrados

almas desnudadas
mulheres impuras seviciadas
que transitam ser ter luz

nesta rua semi nua
conhecida como guaicurus
lugar fétido da cidade
lá estava o Deus Jesus

misturado entre tantos
enxugando tantos prantos
visitando os seu santos
derramado o seu encanto

e no entanto

sempre foi tão criticado
tantos padres e pastores
que jogam pedra na Geni
não querem ver a sorrir...

Pois aquela prostituta
entre todas a mais puta
aos pés de Cristo se prostrou
seu perfume derramou
e em lágrimas ela chorou
e seus pés então enxugou...

Mas me veio um cidadão
religioso por imposição
questionando a Jesus Cristo
com seu hálito de absinto.

- Como pode esta mulher!
Demonstrar a sua fé
sendo assim tão pecadora
derramar perfume tão caro
esta essência era para o meu faro...

Mas mulher agradecida
com a vida restituída
teve de volta auto estima
sua alma era seu lume
não precisava mais do seu perfume
pra tentar se igualar
fétido cheiro então cheirar
como aos que viviam a execrá-la
seu perfume era pra Deus!...

Só que num gesto assustador
coração avassalador
lá se foi o dono do amor
se adentrado para o templo
açoitando os mercadores
gananciosos vendedores
que negociavam a fé
e vendia suas bênçãos
entre preços abusivos
e promessas escabrosas.

Injustamente o condenaram
entre os lobos o lançaram
e ele olhava com amor
se feria em sua dor
mas calou a sua voz

para que agora eu que bêbado
que fui caído na sarjeta
desta cidade de Belo Horizonte,
pois da rua guaicurus
olhei pro alto do monte
e eu enxerguei Jesus!...





Porque Deus amou ao mundo de tal maneira que deu seu filho unigênito,
 para que todo aquele que nele crê não pereça,
 mas tenha a vida eterna. 
-João, 3:16-

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Deixa-me caminhar...

Um homem caminha lentamente sob um olhar cuidadoso são eternos e ternos olhos amorosos contemplam a sua longa caminhada... El...