segunda-feira, 9 de abril de 2012

A arte de viver

Existem pessoas que aparentemente nada fazem por nada lutam, mas na verdade intimamente já encontraram a sua pedra filosofal...

Estas, trazem intrínseco o equilíbrio a consciência de que a harmonia é mais valiosa do que qualquer atitude precipitada.

É obvio que são questões distintas cada caso é um caso, e na vida há momento para tudo e nem todos os momentos se equivalem.

É imprescindível valorizar a capacidade de meditação antes de qualquer ação, e entre a ação e a meditação é preferível a meditação, sendo ela profícua, colocará o equilíbrio em ação.

A arte de viver se traduz na excelência de saber lidar com as intempéries vida, ter a capacidade de suportar as adversidades, mas para isto é imprescindível que coloque Deus como base de sustentação em que se edifica a filosofia de vida.

A consciência plena e arraigada de que há um ser superior faz com que o homem corrobore intimamente sua estrutura e quanto mais hegemônica for esta consciência,

quanto mais superlativo for este ser superior, quanto mais idôneo forem seus preceitos, maior será a capacidade de sobrepujar as barreiras.

E dependendo da comunhão estabelecida invariavelmente sobressairemos de forma salutar, tanto nesta vida como na vida posterior.



Porque Deus amou ao mundo de tal maneira que deu seu filho unigênito, 
 para que todo aquele que nele crê não pereça, 
 mas tenha a vida eterna. 
-João, 3:16-

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Deixa-me caminhar...

Um homem caminha lentamente sob um olhar cuidadoso são eternos e ternos olhos amorosos contemplam a sua longa caminhada... El...