quarta-feira, 27 de março de 2013

Ninguém está isento das agruras





          Nesta minha caminhada de solidão de decepções de frustrações que Deus perdoe um certo ar de demagogia, mas é necessário que aquele que almeja um alvo renuncie a tantas coisas em detrimento de seus sonhos!

          Sei que a busca pela concretização de nossos sonhos geram muitas frustrações desilusões, pois tudo aquilo que vem com muita facilidade na verdade não é um sonho, e ao se conquistar acaba por não ter o devido valor.

          Existe uma linha extremamente tênue entre um sonho e uma utopia, é necessário ter todo zelo para que nossos objetivos estejam arraigados dentro de uma coerência mediante aquilo que desejamos.

          Todo sonho acima de tudo tem que propiciar quando nada um amadurecimento dando-nos mais experiência para que possamos ser profícuos aos que nos cercam e não vivermos alienados obstinados compulsivos, ou amargurados depressivos...

          Sei que todo aquele que pleiteia por algo corre o risco de não obter a concretização daquilo que pleiteou e ninguém está isento das agruras proporcionada por uma decepção.

          Mas na verdade quando estamos arraigados estruturados em uma filosofia cônscia, por mais que as decepções nos assolem, o amadurecimento nos faz superiores aos terrores impetrados por uma derrota.

          O cristianismo não é uma formula mágica igual muitos apregoam!

          Na verdade de forma antagônica o objetivo maior de Deus é o de nós fortalecermos com as perdas, e não deixar que nossas conquistas nos enfraqueçam.

          É um tanto paradoxal, mas quando nós nos tornamos amadurecidos passamos a suportar melhor as intempéries da vida seja nas perdas ou nas conquistas...  

          Mas voltando a minha subjetividade, afirmo que nesta minha caminhada aprendi que simplicidade do momento é imprescindível para consolidação do futuro basta que nós a cada momento venhamos a descartar aquilo que nos aprisiona nos fere...

          De forma alguma estou vendendo uma ilusão, estou sim preconizando uma válvula de escape para que nossas emoções não se tornem estigmatizadas por tantas agruras, sei que não é fácil livramos dos momentos angustiosos, mas existe um refugio chamado Jesus que ameniza todo e qualquer sofrimento.


Porque Deus amou ao mundo de tal maneira que deu seu filho unigênito, 
 para que todo aquele que nele crê não pereça,
 mas tenha a vida eterna.
 -João, 3:16-

Nenhum comentário:

Postar um comentário

O amor é a base para ser o que o somos. [Ao ouvir REM- Everybody Hurts]

                            A vida me ensinou que não adianta desejar algo que nunca será nosso. ...