segunda-feira, 1 de julho de 2013

Sou meu próprio ideal

Se perguntares quem sou eu,
direi que sou um poeta
que sonha em ser filosofo
e faz da sua filosofia
o universo de um homem só.

Sou o grande projeto para futuro!

Um sonho a se realizar!

A muitos sou apenas a ilusão
de alguém que vive a sonhar!

Eu não consigo ser igual
fazer tudo tão normal
sou meu próprio ideal
na verdade eu sou um sonho bom
que ninguém ainda sonhou!...

Sou o livro na prateleira
a espera de ser lido
a cena do próximo capítulo
sou memória  do amanhã.

Sou meus versos e minha voz
é o meu vento a soprar
sou a  arte que sai das minhas mãos
o principal personagem
a mais linda historia.

Sou meu mundo aqui dentro
 o protótipo do que serei
sou meu próprio ideal
na verdade sou o que sempre o serei,
pois morre o visionário
mas jamais morrerá o seu ideal.

É preferível morrer em prol de uma razão
a não ter uma razão de o porquê viver.

Sou o sonho de outro alguém
que me espera do outro lado
bem além do infinito.

Na verdade eu sou o universo
dentro de mim mesmo
que cabe dentro de uma sepultura
que será a ultima porta
que me levará a Deus
onde tudo faz sentido.



Porque Deus amou ao mundo de tal maneira que deu seu filho unigênito, para que todo aquele que nele crê não pereça, mas tenha a vida eterna. -João, 3:16-

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Os cães ladram, mas a carruagem passa.

Existe uma enorme influencia advinda de filosofias progressistas que deturpam de forma profunda o conceito familiar, eu sei que é impor...