sábado, 21 de dezembro de 2013

Meu doce Deus amigo





Nos momentos de indecisão
em que a incógnita se faz eminente
eu ainda que não o veja
o sinto tão inerente
e mesmo em meio as duvidas
certamente, tu és diferente!

Segue silencioso em minha frente
a mostrar-me o caminho.

E por mais doloroso que sejam os espinhos
não,
eu nunca me sinto sozinho!

Mesmo que a solidão
tente sufocar meu coração
angustiando a minha alma
tua presença me traz a calma necessária
para minha vida diária.

Ainda tantos tenham me abandonado
com os meus sonhos se importado
ainda que eu tenha ficado preterido, de lado.

Ó Deus!

Tu és o meu amado
sempre estiveste comigo
és meu doce   amigo
meu refugio meu abrigo!...


Porque Deus amou ao mundo de tal maneira que deu seu filho unigênito, para que todo aquele que nele crê não pereça, mas tenha a vida eterna.-João, 3:16-

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Serás sempre mulher! [Uma resposta a Avon]

A semente que gera. És feminina és doce és bela! suave como a pétala de uma flor tão sublime és princesa e não importa sua ra...