sexta-feira, 14 de novembro de 2014

Cracolândia

Lembro-me da história que ouvi sobre um velho professor que gostava de caminhar pela praia.
Certa manhã, ele depara-se com um jovem que incansavelmente pegava estrelas− do− mar que estavam na praia e as arremessava de volta para a água,
e ao ser indagado pelo velho sobre o porquê de tão persistente atitude o jovem lhe respondeu:

− É que o sol vai esquentar, e elas morrerão se permanecerem aqui.

Um tanto cético, o velho replica:

− Mas existem milhares e milhares delas, e não tem jeito de salvar todas!

O jovem lança mão de mais uma estrela− do− mar e exclama:
− Pelo menos para esta aqui tem jeito!

Então o velho professor arregaça as mangas de sua camisa e começa a ajudar o jovem.

Sinto-me como o jovem dessa história, e o meu coração se faz em constante clamor.
Senhor!
Sei que não posso mudar este mundo, mas pelo menos me deixa tentar!




Porque Deus amou ao mundo de tal maneira que deu seu filho unigênito,
 para que todo aquele que nele crê não pereça, 
 mas tenha a vida eterna.
 -João, 3:16-

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Chorar faz bem ao coração.

Chorar não faz bem para a saúde quando o faz amiúde as lágrimas são tal como um açude e a alma então se inunde. Quando a vid...