quinta-feira, 10 de março de 2016

IGREJA EM CÉLULAS.





















Assim como as células se multiplicam
gerando novos organismos.

Concomitante  àquilo que o núcleo se predispõe!...

Faço uma analogia ao movimento de células
que se ramificam no atual cristianismo.

Temo por um grande ativismo,
mas inoperante nas bases eclesiásticas
em que uma teologia cheia de metodologia
dirime a essência da teologia.

É necessário,
é imprescindível!

...Inserir de forma contumaz, amiúde,
conceitos soberanos das sagradas escrituras
no núcleo de cada célula.

Fazendo uma exegese profunda e responsável
para que se polarize a hermenêutica
destas mesmas sagradas escrituras...

A inovação trouxe a igreja em células
ou com células, de células...
Mas esquecem de analisar
tudo o que constitui uma célula,

para que então,
nós!
... Análogos!

A esta pequena partícula
que nada mais é do que...

A bio unidade microscópica estrutural
e funcional dos seres vivos.

Mas que façamos de nossas unidades
amalgamando nossas vidas
numa só consistência
na essência da mesma crença.

E se uma célula tem a sua membrana!
Quem sabe aludirmos a uma redoma
formando uma couraça inexpugnável
para proteger-nos como cristãos
através de incessantes orações.

E se uma célula tem o seu citoplasma
nós temos em nossa consistência
uma forma mais profunda mais densa
idônea e com competência
trazendo toda essência
de uma substancia
reverberada em nossas estancias
a instancia de vida eterna com Deus.

Para que o núcleo possa produzir
novos núcleos ilibados a servir
e uma verdadeira igreja a luzir.



Porque Deus amou ao mundo de tal maneira que deu seu filho unigênito, para que todo aquele que nele crê não pereça, mas tenha a vida eterna. -João, 3:16-

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Serás sempre mulher! [Uma resposta a Avon]

A semente que gera. És feminina és doce és bela! suave como a pétala de uma flor tão sublime és princesa e não importa sua ra...