segunda-feira, 15 de agosto de 2016

Violência.














A bala que matou John Lennon
também matou John Kenedy
e a Luther King
feriu ao Papa, feriu a mim feriu a ti
também a fé.

E a bomba que abriu-se flor
gerou tristeza também a dor
e com seu ódio feriu o amor.

Gerou o ódio
que tanto destrói
explode em ira
matando a tantos

E o homem que atira e a bala,
abre uma vala
aonde deita
um herói soldado.

E a bomba que explodiu
fumaça negra
no céu surgiu
e tantas vidas
sei consumiu

e o fogo cospe ódio
nos  fere a alma
nos tira a calma
pois amanhã
quem vai viver
para esperar
ter que morrer
pois outras bombas
e outras valas
serão abertas

E a raça humana
esquece Deus
que a criou
e cria o ódio
e a ambição
aonde irmão
mata ao irmão
aonde o orgulho
mata o perdão
e já nem existe
mais coração.






Porque Deus amou ao mundo de tal maneira que deu seu filho unigênito, 
 para que todo aquele que nele crê não pereça, 
 mas tenha a vida eterna. 
-João, 3:16-

Nenhum comentário:

Postar um comentário

O amor é a base para ser o que o somos. [Ao ouvir REM- Everybody Hurts]

                            A vida me ensinou que não adianta desejar algo que nunca será nosso. ...