quinta-feira, 16 de fevereiro de 2017

Talvez eu seja um romântico saudosista sonhador.

Tenho me deparado com denominações um tanto ativistas e cheias de metodologias, e já não me refiro as aberrações heréticas como o pragmatismo hedonismo ou mesmo o humanismo, sem deixar de mencionar o relativismo que tem gangrenado a sã doutrina.

Não sei se consciente ou inconscientemente muitos líderes tem negligenciado a unção advinda do Espirito Santo, usando formulas alvissareiras que são apenas metodologias que fragmentam e ou engessam a liberdade da manifestação deste mesmo Espírito Santo de Deus.

Talvez eu seja um romântico saudosista sonhador, mas meus olhos marejam em lágrimas, lágrimas que respingam folhas amareladas dos feitos de missionários que tudo o que tinha era um coração cheio de fé e de amor além de um profundo temor por Deus.

Sei que agora os tempos são outros, que vivemos a era da cibernética em que a ciência nós surpreende a cada dia com toda a tecnologia que foi introduzida em nossa sociedade.

Vejo líderes religiosos vivendo na maior ostentação, vejo tanta imoralidade fluir dos lábios de cristãos, eu vejo o ódio a ganancia tomar conta dos corações...

Evangélicos envolvidos com a politica, mais do que isto, eu os vejo sucumbindo-se na cobiça
de propinas e quando ligo a televisão vejo tanta ilusão, vejo tanta enganação...

Eu me arrumo e vou pra igreja, mas já não vou com aquela certeza, e para dizer com toda franqueza, eu só vejo a beleza, mas não sinto a unção.

E os artistas cantam musicas novas cobram caros para cantar, enaltecem a si mesmos, mas não sabem o que é adorar.

Deus traz de volta a unção, que impacte esta nação que aplaque a violência, e também toda esta corrupção.

Meu Deus ouça o meu lamento, vejo lideres derramando bênçãos, mas não falam em arrependimento, nem tão pouco do tormento que está a nos aguardar.

É tão fácil hoje ser crente, mas são crentes tão doentes, que vivem na prostituição, cheios de ganancia e ambição, não compartilham com o irmão.

Só se fala em possuir e a tudo conquistar, pois assim lhes ensinaram, esqueceram o que é amar!

Já não sabem mais orar, nem tão pouco jejuar, e a bíblia é dispensável, o sermão tem que ser agradável, o pregador admirável.

Que insufla só a alma, mas não alcança o coração, que continua no pecado e não quer pedir perdão.






Porque Deus amou ao mundo de tal maneira que deu seu filho unigênito,
 para que todo aquele que nele crê não pereça, 
 mas tenha a vida eterna.
 -João, 3:16-

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Os cães ladram, mas a carruagem passa.

Existe uma enorme influencia advinda de filosofias progressistas que deturpam de forma profunda o conceito familiar, eu sei que é impor...