Barra de vídeo

Loading...

sexta-feira, 24 de março de 2017

Geração que pula canta e dança.


Eu não critico pessoas, mas avalio comportamentos, não devemos julgar, mas é imprescindível considerarmos uma doutrina para ver se a mesma é idônea, ilibada, coerente...

Temos presenciado artistas do tão mal fadado mundo gospel, cujo  cristianismo vem sendo coisificado, banalizado no mais terrível relativismo pragmático, e por serem pessoas que arrebatam multidões parecem incólumes...

A minha angustia se dá pelo fato de muitos dos seus seguidores conhecem cada letra da estrofe das suas canções, mas desconhecem literalmente as sagradas escrituras.

São pessoas frágeis vulneráveis alienadas que se deixam levar por qualquer vento de doutrina.

Acham tão normal uma vida mesclada com as promiscuidades mundanas e somente dentro das igrejas se tornam a geração que encanta enquanto cantam musicas humanistas triunfalistas que amealham para os seus produtores grandes tributos financeiros entre tantos ouros fatores.

A adoração ao Deus e Senhor Jesus tornou-se uma celeuma, uma miscelânea de pragmáticos modismos humanistas em que tudo é para o homem em detrimento do homem.

Mas,
...E Deus?!

Mais angustiante ainda é presenciar pregadores do evangelho que se enveredaram para esta horrenda e abominável teologia da prosperidade convertendo o TER em algo extremamente mais importante do que o ser.

A Europa morreu, e quando sectários adentram em uma redação e avassalam com chargistas é porque caíram por terra as muralhas erguidas por Calvino.

A Alemanha de Lutero esvaiu-se, e seitas se mesclam as abominações onde o berço do protestantismo não passa de uma nação apostata...

Ah! John Wesley, George Whitefield, O que foi feito da Inglaterra?!

Nações que viveram grandes vultos o que não difere muito em relação a América de Mood, e no entanto por se aumentar a iniquidades o amor de muitos esfriaram...

Mas e aqui?

Que referenciais temos para nossos filhos geração que pula canta e dança...

MAS A DEUS NÃO MAIS ENCANTA!...






Porque Deus amou ao mundo de tal maneira que deu seu filho unigênito,
 para que todo aquele que nele crê não pereça, 
 mas tenha a vida eterna. 
-João, 3:16-

Nenhum comentário:

Postar um comentário