sábado, 7 de dezembro de 2013

O hálito humano.

Não somos nem pretos ou brancos,
nem mesmo vermelhos ou amarelos.

Nós somos a cor de nossa alma
no brilho da nossa dignidade.

Nós somos a cor da verdade
naquilo que jaz dentro de nós,
nós somos da cor desta vida
que emana tão viva em nós.

E a cor que me cobre a pele
a pele não diz quem eu sou,
eu sou como todos por dentro
por dentro eu sou ser humano.

Por fora existe o engano
que ilude tão vã aparência,
se eu não sou belo por fora,
eu trago comigo a essência

que emana o hálito humano
com a voz que flui de meus lábios
e não há néscios nem sábios
nem rico ou pobre.

Pois somos seres humanos
num corpo que fez Deus se encarnar
em tão frágil corpo morar
e o fez somente por amar!

Nasceu como homem,
mostrou sua cor
com a cor sua dor
com a dor o amor
do amor pelo amor
daquilo que somos,
pois todos nós somos
a semelhança de Deus

É preciso que todos tenham a consciência alva e limpa para que possamos ver a beleza da maravilhosa matiz que cobre a pele do ser humano, seja ela qual for a cor.




Porque Deus amou ao mundo de tal maneira que deu seu filho unigênito, 
 para que todo aquele que nele crê não pereça,
 mas tenha a vida eterna. 
-João, 3:16-

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Serás sempre mulher! [Uma resposta a Avon]

A semente que gera. És feminina és doce és bela! suave como a pétala de uma flor tão sublime és princesa e não importa sua ra...