sexta-feira, 18 de novembro de 2016

O que abunda dentro do seu coração?!







































Eu estava cheio de planos, projetos mirabolantes que me deixavam estupefato, fui influenciado com o entusiasmo tão grande de quem me incentivara que acabei comprando a ideia que estas mesmas pessoas que me seduziam...

Até que no silencio da noite aquietei os meus sentidos e então calmamente e quase silenciosa pude ouvir a sutil voz de Deus que sussurrava em meu coração.

 O que abunda dentro do seu coração?!

Levantei-me e de súbito comecei a refletir, por mais que pessoas bem gabaritadas tivessem feito a minha cabeça, não era isto que fazia-me sonhar, ou, não era com isto que eu sonhava esquecidamente prazerosamente...

A ideia era boa, de conceitos tão nobres, mas não era com isto que minha alma silenciosamente sonhava...

E quantas vezes conosco é desta forma, concordamos com as ideias alvissareiras e até nos entusiasmamos, mas não era bem isto que inebria a nossas almas.

É como uma moça que resolve a namorar rapaz que não o ama, e o faz por qualquer interesse que o seja, por que está ficando velha, porque o mesmo é simpático, o pior é quando o mesmo vive de aparências, e a reciprocidade é a mesma e vem na íntegra...

Ela até tenta sonhar fazer planos força um sorriso, mas seu coração está tão longe!...

E quando a (o) mesma (o) rejeita o verdadeiro amor, por trocá-lo por uma circunstância que lhe seja mais favorável? 

Aí torna-se mais angustiante ainda, pois o que parecia ser bom não passa de um terrível engano...

Quantas vezes a precipitação nos leva a tomar atitudes em que pelas quais nos arrependeremos amarguradamente pelo resto de nossas vidas?!

Seja na vida sentimental, seja na vida espiritual, seja na vida financeira, seja da forma que for!

É preferível ouvir aquela voz calma e tranquila que quase silenciosa sussurra em nossos corações, mas que por ser tão sutil muitas vezes damos vazão as nossas necessidades, e o nosso eu fala mais alto.

Só não fala mais alto do que as nossas lágrimas de decepção e de tristeza, e o que é pior!
De arrependimento!








Porque Deus amou ao mundo de tal maneira que deu seu filho unigênito, 
 para que todo aquele que nele crê não pereça, 
 mas tenha a vida eterna.
 -João, 3:16-

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Se um artista cantor ou escritor, julgar-se o dono da razão.

Nós podemos influenciar a mídia sem com tudo sermos influenciados podemos tomar decisões próprias sem com tudo sermos manipula...