Pular para o conteúdo principal

Postagens

Mostrando postagens de Agosto, 2010

Homem nu

Considera-te além daquilo e aquilo que te ludibria insuflando teu ego num mundo só pra ti que te gira em volta ,
pois vai preso em si mesmo.
E o sol que queima o seu rosto recrudesci tão sórdido gosto o converte em um ser tão patético pois reinas consigo enquanto reinas sozinho na sua obstinada presunção  válida somente na sua opinião até que o tempo ignore que vais por este tempo sem ver que és homem nu.
Nascestes despido nada haverá de levar do seu reinado egoísta tão perecível as tuas conquistas que o torna um reles itinerante miserável neste mundo oscilante enquanto as luzes da ribalta
resplandecem em holofotes,

mas ofuscam e não mostram o escombros debaixo do palco do ato em que representas os ratos do porão do recôndito de uma alma em decomposição.
...E vai homem nu esconder sua nudez debaixo do orgulho que enoja a dignidade comprando os gananciosos abjetos escorias que são partes dos dejetos de um rei que reina sozinho.
És homem nu do pó tu viestes no pó tu vivestes e o pó que te enterra o mais sujo desta terra sei se…