segunda-feira, 18 de fevereiro de 2013

Um leve e sutil fundamentalismo


Acho que não resolve partimos para um fundamentalismo ferrenho.
Acho também que devemos ter um zelo muito grande para que o pragmatismo não venha deturpar a essência do evangelho, assim como também o sincretismo, o humanismo, entre tantas outras disparidades...

Existe uma linha muito tênue em que dificilmente se agradará a todas as facções teológicas, teologia esta que por si mesma tornar-se tão confusa!

Não por culpa da mesma, a grande verdade e que a sua essência é abstrata permeia o campo das idéias e somos pessoas heterogenias...

A obstinação tem germinado tantas seitas heréticas, e imploro a Deus de joelhos e com lágrimas nos olhos para que eu não me torne mais um a fazer de uma obstinação uma filosofia antagônica ao que exara as sagradas escrituras...

Trago um sonho que é tão volátil, a tola utopia de ver todas as filosofias em um só bojo, mas desta forma com certeza estaria promulgando um ecumenismo e com certeza isto seria um desastre para o arraigamento cristão.

Tenho aprendido com teólogos idôneos do qual não tenho norral para questionar suas idéias, porém ainda que ilibados, quantos não estão se deixando levar por um leve e sutil fundamentalismo?

Isto me faz lembrar aqueles fariseus sedentos para apedrejar uma mulher adultera.

Mas e a mulher que foi pega no adultério? 

Ela não entedia muito sobre as questões doutrinarias e com certeza apenas clamava no seu íntimo  por mais uma chance...



Porque Deus amou ao mundo de tal maneira que deu seu filho unigênito, para que todo aquele que nele crê não pereça, mas tenha a vida eterna. -João, 3:16-

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Lanterna dos afogados.

Quando eu adentro em uma igreja e me prostro diante da presença de Deus est...