quinta-feira, 28 de março de 2013

A sombra da cruz



Olhava para Jesus
que morria em dor,
mas dor que dói mais
do que dor que fere a carne
o cerne.

Dói na lágrima que escorre
nesta dor que não carcome
esta dor que não e não,

pois na dor não acode
por isto dói dentro d’alma
que machuca a calma
ao ver a dor lancinante a doer
e o único filho a morrer.

E o dono da vida
se viu tão impotente
onipotentemente inerte
na impossibilidade de ser
o alivio da dor que ao doer
morria lentamente por mim
e também por você.

...E a sombra da cruz
olhava para Jesus
angustiado vê-lo
amargurado ao tê-lo
percebê-lo vida a morrer
sem poder socorrê-lo.


E as trevas funestas
a zombar e a rir
de uma vida a exaurir
onde o seu filho amado
este Deus soberano
tão calado humilhado
ferido sofrendo
qual maldito pregado.

Explodiu-se em clamor
o clamor do amor
foi ao Pai que calado
a sombra da cruz
escorria uma lágrima
o seu filho Jesus
tão doce esta luz
como doce é o amor
se o amor é poder
Ele pôde por amor!

...E o Pai que no céu
veio rasgar o seu véu
este véu que em lenço
sei depois do silêncio
foi secar suas lágrimas
e na lagrima escorrida
este véu se rasgou
meus pecados lavou!

E na dor de um Pai
ao ver sangue do filho
foi rasgado o véu
foi aberto o trilho
novo e vivo caminho
para o Santo do santos.

...A sombra da cruz
Ele olhava Jesus
se mantinha calado
com os olhos molhados
e o véu sei rasgado
a secar suas lágrimas
pois tão triste estava
ao ver o seu amigo
o seu filho querido
machucado ferido.

Que ao sentir tanta dor
um clamor ecoou
não clamava da dor
sentia falta do amor
pois seu Pai é o Deus
e Deus é amor!


Que por amor se calou
a sombra da cruz
do seu filho Jesus
e sofria ao ver o filho
lentamente a perder todo brilho
para hoje nos iluminar.

__Deus meu Deus meu!

Porque me desamparastes
de mim se retirastes
sua voz tão amiga calaste!

Implorava Jesus
não importava a dor
mas doía em si
a ausência do amor
que na sombra da cruz
escutava o clamor
um clamor de amor!

Deus é amor!
Sua essência é amor
tanto amor que por amor
o próprio filho entregou
de tal maneira amou
seu amor trouxe o perdão.

Na sombra da cruz
hoje vou descansar
pois Jesus Cristo morreu
para o homem salvar.


Porque Deus amou ao mundo de tal maneira que deu seu filho unigênito, para que todo aquele que nele crê não pereça, mas tenha a vida eterna. -João, 3:16-

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Malditos traficantes...

Jovens nas esquinas Vejo jovens nas esquinas e a esquina da vida é a esquina da morte onde a esquina do azar anulou toda sort...