segunda-feira, 22 de abril de 2013

É sempre mais feliz quem mais amou


O amor é a essência abstrata mais concreta que existe,
e todo aquele que ama de verdade
vive a mais sublime e deslumbrante magnificência da alma.

Não há quem possa dissecar o amor
conhecer suas entranhas tê-lo na palma da mão.

O amor vai muito além de nós
ou até mesmo do quê tudo o que sentimos,
e por mais que o sintamos,
somos tão pequenos mediante a sua incomensurável essência!

O poeta o declama, e o ama até sem ter amor,
mas é apenas mais sensível a excelência desta essência.

O filosofo o avalia,
sabiamente o interpreta,
mas é tão  vã filosofia,
pois o amor é só o amor.

O amor é só um olhar
um sorriso a se dar
o amor é espontâneo
é o prazer de se amar

mesmo que as vezes doa
com o tempo amadurece
vence angustia vence a dor
e o ódio se enfraquece
se esvai desaparece...

E mesmo que se tenha tanto amado,
sem ter o retorno do teor
pode acreditar que amou muito
não se mereceu este amor

e se verdadeiramente amou
isto não refrão de uma canção
é sempre mais feliz quem mais amou!...



Porque Deus amou ao mundo de tal maneira que deu seu filho unigênito, para que todo aquele que nele crê não pereça, mas tenha a vida eterna. -João, 3:16-

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Deixa-me caminhar...

Um homem caminha lentamente sob um olhar cuidadoso são eternos e ternos olhos amorosos contemplam a sua longa caminhada... El...