terça-feira, 5 de julho de 2016

Olimpiadas de ilusão.

Eu queria ter mais alegria
e  que meus olhos brilhassem mais
ao ver o brilho da tocha olímpica.

Eu queria ter a mesma alegria
daqueles que a levaram
daqueles que ainda a levam
e tão alegremente com ela desfilam...

Desculpe-me se sou do contra
e a contra gosto
venho expor o todo oposto,
expor o lado tão sombrio do desgosto
tão cinzento como este inverno
tão ardente como este inferno,
pois não há porque comemorar!

Como posso festejar?!

Estando eu desempregado
e o país endividado
e os políticos que roubaram
um a um são libertados
e o brasileiro enganado
como escoria abandonado.

Se o estado anfitrião
desta olimpíadas de ilusão
vive na maior miséria!

Onde pais se desesperam
choram ao ver os  filhos chorarem
e a fome destes filhos
eles não podem saciar!

Sei que não é bela esta rima
pois não rima com nossos sonhos
que tornaram-se utopia
tão volátil fantasia.

Pelo menos tenho este espaço
para dar meu desabafo
e dizer que é difícil
o país neste suplicio
suplicando por ajuda.

E a festa que começa
com muita pompa muita glória
mas a nação mendiga o pão
esta é a real história,

pois desfilam com os nobres
mas preterem a escória

vão mostrar para mundo inteiro
um país tão diferente
sei tão belo competente
mas no fundo nós sabemos
que o povo está doente
nestes postos de saúde

a nação virou indigente.





Porque Deus amou ao mundo de tal maneira que deu seu filho unigênito, para que todo aquele que nele crê não pereça, mas tenha a vida eterna. -João, 3:16-

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Serás sempre mulher! [Uma resposta a Avon]

A semente que gera. És feminina és doce és bela! suave como a pétala de uma flor tão sublime és princesa e não importa sua ra...