sexta-feira, 24 de dezembro de 2010

Feliz Natal!


Há dois mil anos nascia a esperança
se foi em dezembro ou abril
isto não tem a menor importância
o importante é que Ele nasceu
aqui neste mundo viveu
sorriu chorou sofreu.

Mas a cima de tudo amou!

Quis todo este amor emanar
do coração ameno e amigo,
que de tanto amor
deixou de ser Deus
e mesmo sendo Deus
homem se fez.

...E que a cada dia
na tristeza ou na alegria
seja um cântico de natal
sejamos o que ele ensinou
pratiquemos o seu verdadeiro amor
amando ao próximo como a nós mesmo
e a Deus sobre todas as coisas,
esta é a razão de haver natal.


Mas os pobres se levantarão amanhã
e comerão os restos que sobrou do natal
beberão do vinho sobejado
viverão como escoria do pecado
enquanto ganância tão doente
torna o homem tão carente
que quer tudo para si mesmo
de um lado aflora ricos
e do outro tantos aflitos
na desegualdade social
abismo que converte em animal
um vil ser irracional.

Há quem pense que tem tudo
e por isto reina imponente
mas em fim é um demente
esteriótipo de gente
que ao morrer segue tão mudo
sem levar nada do que têm.

Mas estamos no natal!

Onde fala-se somente de paz
e sorrir é tão eficaz
nesta festa que jaz
nas casas em que os enfeites entulham
misturados aos pedaços de papeis de presente
onde vejo Deus tão ausente
de um natal que não foi feito pra ele
pois este pseudo natal foi feito pra gente
onde a gente
bebe come e comemora
a festa que agora aflora
muito embora lá fora
a fome não foi-se embora
jaz como peste que aflora.

E o amanhã será como ontem
neste marco divisório
desta data promissória
tão propicia para esquecer
entre tragos de bebidas
vejo bêbados claudicantes
neste mundo tão errante...

Então.

Feliz natal!

...E as luzes de neom
que iluminam nossos shoppings
brilharão em outras datas
tão propicias para o ter
que anula o nosso ser
onde cada cidadão
tem medido o seu valor
no valor do seu cartão
ou do numero do seu CPF

É foda...
desculpe a expressão
isto não é a solução
e eu acabo perdendo a razão,
mas a gente ta fu
bom.


...Vejo um velho caridoso
bonachão e tão bondoso
nem de longe lembra Jesus

Enquanto na periferia
a escoria vive a vegetar
sem o direito de sonhar!
E no paradoxo desta festa
todos cantam e dão as mãos
e entoam até canções

e o vinho abrasador
não aquece os corações
embebedam os cidadãos
mas não é análogo aos cristãos.



video

Rede Globo, cura gay, transgêneros e outros...

Tudo agora vai mudar com a ajuda desta lei foi o juiz quem liberou esta tal de cura gay! Se você conhece alguém que não sabe ...