Barra de vídeo

Loading...

terça-feira, 29 de abril de 2014

Uma suave brisa da manhã














As desculpas que muitos dão para negligenciar a Deus, na verdade não passa de uma tentativa frustrada de sustentar uma natureza decadente que visa a todo custo tornar-se o centro das atenções...

São antágonos que contrapõe de forma veemente a consciência da soberania deste mesmo Deus.

Quanto mais cheio de si um mortal se encontra mais vazio da existência se faz e quanto mais ele se apega a valores egocêntricos, mais efêmero ele se torna.


Reina por um breve momento até que sua vida se esvai e o mesmo percebe que não passou de uma suave brisa da manhã.


Porque Deus amou ao mundo de tal maneira que deu seu filho unigênito, 
 para que todo aquele que nele crê não pereça, 
 mas tenha a vida eterna.
 -João, 3:16-