terça-feira, 30 de junho de 2015

Amor verdadeiro.
















Depois do prazer do sexo, fica o enorme e imprescindível compromisso de edificar a vida consolidar a família, por isto, existem tantos perdidos a perecer tão somente por que tentam desesperadamente fazer de efêmeros segundos toda sustentação de sua felicidade...


Porque Deus amou ao mundo de tal maneira que deu seu filho unigênito, para que todo aquele que nele crê não pereça, mas tenha a vida eterna. -João, 3:16-

domingo, 21 de junho de 2015

Eterno perfume.




















A beleza física é como um perfume cuja fragrância é inigualável,
porém com o tempo habituamos a este perfume, e somente os que nos cercam
percebem o teor da essência, enquanto nós, tão habituados, até esquecemos que possuímos tão rara e  cara magnitude...
A beleza é como a flor que embeleza um jardim que deslumbra e jaz tão esplendida, mas efêmera se esvai com o tempo,
e se uma beleza é tão bela tão rara e cara, outra mais cara mais bela e mais rara será a beleza que olhos ainda não viram...
Mas aquele cuja alma exala o eterno perfume, e faz desta alma sua beleza seu lume...
Será muito mais do que uma flor em um lindo jardim

será um suave perfume pra Deus pra você e pra mim!...



Porque Deus amou ao mundo de tal maneira que deu seu filho unigênito, para que todo aquele que nele crê não pereça, mas tenha a vida eterna. -João, 3:16-

quinta-feira, 4 de junho de 2015

A verdade absoluta.






















Existe a verdade absoluta.
As verdades subsequentes
e pseudos verdades.

A verdade absoluta que forja o paradigma superlativo constitui-se nas sagradas escrituras que independe de ideais, conceitos e ou qualquer tipo de filosofia...
Verdades subsequentes são oriundas da inferência da palavra de Deus gerando princípios idôneos  que emanam do paradigma que foi constituído pelas sagradas escrituras.
As pseudos verdades não passam de paradigmas deturpados que ao serem impetrados amiúde, acabam trazendo a falsa ideia de ser uma verdade.
Só que uma pseudo verdade relativista, mas que na verdade não passam de anseios subjetivistas, humanistas, para tentar em vão dirimir toda a verdade e ou mesmo as verdades que são subsequentes ao principio ilibado superlativo, que de forma intrínseca ou indireta fazem parte dos princípios de Deus.








Porque Deus amou ao mundo de tal maneira que deu seu filho unigênito, para que todo aquele que nele crê não pereça, mas tenha a vida eterna. -João, 3:16-

Lanterna dos afogados.

Quando eu adentro em uma igreja e me prostro diante da presença de Deus est...