quarta-feira, 26 de outubro de 2016

A essência do cristianismo.




      Um inconformado cristão, revoltado por que estava passando por varias dificuldades e achando que Deus não dava a mínima para os seus problemas, depois de muito murmurar acabou por adormecer no que teve um sonho um tanto profundo.

        Sonhou que ansiosamente buscava encontrar com Deus a fim de que o confrontasse com a situação em que pela qual estava passando, de repente ele chegou a um vilarejo na idade media e quando estava prestes a falar com um senhor daquele bucólico lugar vieram inquisidores que em nome das tradições religiosa acabaram prendendo tanto ao simplório cidadão como também todos os seus familiares sob a acusação de eles serem hereges, já que os mesmos abjuraram da religião católica romana no século dezesseis e por causa disto todos foram queimados vivos, neste sonho ao saber que também teria que renunciar a sua fé no evangelho e aceitar as tradições cheias de sofismas da igreja vigente ele saiu correndo... 

       Era como um filme de tão complexo o seu sonho e à medida que ele tentava fugir mais ele voltava no tempo, até que chegou ao século dois onde se viu chafurdado em catacumbas e conviveu com adoradores preferindo a própria morte cultuando a Deus em lúgubre e insalubre recinto até que os mesmos também foram encontrados por soldados romanos e novamente outra carnificina se fez evidente, pois clamores ecoavam em carnes  dilaceradas  pelos dentes cruciais de famintos e ferozes leões em uma arena mesclada de sangue aonde nem mesmo as crianças foram poupadas...

    Mais indignado ainda ele ficou com Deus, afinal! Eles eram todos cristãos!

    Cheio de ódio injetado nos olhos e no coração ele continuou a sua jornada agora ninguém o impediria de estar frente a frente com Deus e pensava consigo mesmo cheio de razão:

 - Que Deus é este que permite isto para com o seu próprio povo?

   Finalmente encontrou alguém que pudesse falar mais objetivamente a respeito de tudo que acabara de presenciar só que novamente não pode obter uma explicação convincente já que um velho e sereno bispo chamado Policarpo também foi sacrificado, depois viu Paulo ser decapitado, Tiago ser morto à espada, Estevão ser apedrejado...

   ...Chegando a Jerusalém finalmente encontrou o culpado de tudo; Havia um enorme tumulto o inconformado crente se aproximou para ver o que sucedia quando deparou com um homem que não era tão belo, estava todo desfigurado e carregava uma cruz pesada nas costas, às vezes por não suportar as feridas e o peso desta cruz, caia ao chão cabisbaixo humilhado seguia lentamente o seu trajeto em direção ao seu fim...

   Muitos o execravam ridicularizando-o cuspiam-lhe no rosto escarrando nojento catarro, uma horrível coroa de espinhos crava-lhe a cabeça e o sangue mesclado incrustado nos cabelos crespos e ressecado pelo sol escaldante, o açoite viril e aquele homem calado e apenas gemia de tanta dor a cada chibatada que recebia impiedosamente.

   Depois o despiram completamente perante todos e com a mais brutal malignidade pregaram as mãos e os pés com terríveis enormes e pontiagudos cravos velhos e enferrujados.

   A cena foi tão bárbara tão bizarra que aquele que queria fazer questionamentos esqueceu o motivo de sua indagação indignação e ao ver aquele dejeto humano humilhado ferido gritou com todas as forças:
- SENHOR!

Deixa-me tomar esta cruz! Aliviar a sua dor!

...Mas ouviu uma outra voz vinda do céu lhe respondendo...


- ESTA CRUZ ERA SUA MEU FILHO AMADO!...



Porque Deus amou ao mundo de tal maneira que deu seu filho unigênito, para que todo aquele que nele crê não pereça, mas tenha a vida eterna. -João, 3:16-

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Serás sempre mulher! [Uma resposta a Avon]

A semente que gera. És feminina és doce és bela! suave como a pétala de uma flor tão sublime és princesa e não importa sua ra...