domingo, 11 de dezembro de 2016

Eterno e efêmero momento

A nação está em crise
na mais profunda corrupção
a violência assola a solta
o desemprego trazendo a aflição.

Mas é natal!
vamos esquecer toda tristeza
e viver este belo momento
deixar de lado a incerteza

fingir que não há sofrimento
acreditar que não é utopia
sorri contente a abraçar
contagiar com toda a alegria.

Sair pelas ruas a cantar
a todos vamos desejar
um alegre o mais feliz natal
com todos vamos compartilhar

todo encanto e magia
vamos celebrar este fim de ano
não importa se tudo é fugaz
vamos viver mais este engano.

Acreditar que nossas escolas
gozam da melhor educação
que os nossos mestres queridos
são honrados em sua profissão.

Que as estradas que cortam o país
estão todas pavimentadas
podemos viajar bem tranquilos
seguros em nossas jornadas.

Que há paz impera nas capitais
como também no interior
e a violência foi extirpada
o mal já não nos causa mais dor.

Que os viciados estão internados
sendo tratados com toda dignidade
e os traficantes foram encarcerados
tratados com toda austeridade.

Que os políticos corruptos
foram todos condenados
e devolveram para os cofres
tudo o que foi roubado.

Os ladrões, os meliantes,
e os jovens marginais
cumpram penas severas
e não leves condenações sazonais.

E o poder que emana do povo
para o povo seja o seu efeito
que somos cidadãos de bem
e usufruímos deste direito.

Que os direitos humanos
não favoreça apenas aos marginais
mas traga dignidade
também aos nossos policiais

e com toda segurança
o guarda se orgulhe de sua profissão
e não tenha uma bala encravada peito
e nem uma bandeira sobre o seu caixão.

Quero viver este eterno e efêmero momento
Como se ele nunca fosse acabar
até que as festas se acabem
e tudo volte ao seu lugar!









Porque Deus amou ao mundo de tal maneira que deu seu filho unigênito, 
 para que todo aquele que nele crê não pereça, 
 mas tenha a vida eterna.
 -João, 3:16-

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Serás sempre mulher! [Uma resposta a Avon]

A semente que gera. És feminina és doce és bela! suave como a pétala de uma flor tão sublime és princesa e não importa sua ra...