quinta-feira, 5 de janeiro de 2017

Efêmeras luzes.




O tempo é algo que vai passando

levando-nos para aonde ignoramos

para aonde agora pouco importamos,

pois nós muito pouco acreditamos

que o futuro abstrato

em passos morosos do presente

que no passado eram tão vigorosos

e o dia de hoje então era tão abstrato

um futuro tão distante

como o que ignoramos e está por vir

e neste fugaz hiato

em que temos apenas por boato

já que ignoramos o futuro abstrato

não nos preparamos para o que há de vir

somos como fogos de artificio a reluzir

fazendo um imenso barulho

as vezes vamos cheio de orgulho,

mas somos efêmeras luzes

que estão a se apagar.




Porque Deus amou ao mundo de tal maneira que deu seu filho unigênito, 
 para que todo aquele que nele crê não pereça, 
 mas tenha a vida eterna. 
-João, 3:16-

Nenhum comentário:

Postar um comentário

O amor é a base para ser o que o somos. [Ao ouvir REM- Everybody Hurts]

                            A vida me ensinou que não adianta desejar algo que nunca será nosso. ...