sexta-feira, 20 de maio de 2016

Não sou nordestino e nem gay.

Existe tanta violência
Meus Deus!
Há tanto preconceito!...

O ódio gritante
palavras que são falas
que ferem abrem valas.

E como cães que ladram
salivam as babas
e o hálito fétido.

Chamaram-me de negro
sou negro e não nego
este meu privilegio!...

Bateram em um gay
impuseram-lhe a sua lei
se fizeram de reis
qual juízes condenaram...

Humilharam um nordestino
selaram o seu destino
e para o meu desatino,

não sou nordestino e nem gay,
mas sou preto e sou pobre,
só que como ser humano
eu me sinto tão nobre...

E o ódio voraz
se torna capaz
de falar o que querem
e dizer o que pensam,

mas nem tudo o que pensam
e sinônimo de verdade
na verdade,
eles apenas expõem

a sua falta de dignidade!...





Porque Deus amou ao mundo de tal maneira que deu seu filho unigênito, para que todo aquele que nele crê não pereça, mas tenha a vida eterna. -João, 3:16-

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Serás sempre mulher! [Uma resposta a Avon]

A semente que gera. És feminina és doce és bela! suave como a pétala de uma flor tão sublime és princesa e não importa sua ra...