sexta-feira, 20 de maio de 2016

O show não pode parar!...

Há tanta arte nas ruas
de um povo que canta
que canta
enquanto encanta
e em todos os cantos
mesmo sofrendo
e aos prantos.

Não há arte nem encanto
em um pai de família,
que tenta viver
sem ter o que comer
quem dera se suas lágrimas
matasse a fome do filho.

Eu também sou artista
com a caneta na mão
mas sei que minha caneta
não mata a fome do meu irmão
e se escrevo só para mim
os meus versos são em vão.

Muitos cantam bonito
e faz sua voz ecoar
cobram caro para isto.

Mas se tornam omissos
na missão da igualdade
preterir o seu cântico
para trazer mais dignidade,

para um povo que sofre
que são artistas anônimos
sei não são tão harmônicos
pois não cantam e nem dançam,

mas não são o sinônimo
deste mal que surgiu
recrudesceu eclodiu
e uma nação sucumbiu.

O teatro é belo!
Belo é o prazer de atuar
de poder encantar
e as luzes da ribalta
reluzente a brilhar!

Mas a luz que há nos olhos
com as lágrimas se ofuscou
pois a crise é cruel
e a fome chegou...

Não sou contra a cultura,
mas é preciso entender
nos momentos de crise
é preciso viver!

E tentar resolver
abrir do supérfluo
do tão lúdico viver
para fazer então sorrir
quem perdeu as esperanças
de uma vida mais condigna!...

Pois o show não pode parar
é preciso voltar
com a vida sonhar!







Porque Deus amou ao mundo de tal maneira que deu seu filho unigênito, para que todo aquele que nele crê não pereça, mas tenha a vida eterna. -João, 3:16-

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Na fornalha da esperança,

De forma redundante sempre afirmo que os diamantes são raros de valores tão caros, mas que de nada valem para quem não lhes sabe dar o ...