sexta-feira, 11 de novembro de 2016

Comos flores que nascem no campo.


























          

         Nascemos pela manhã,
florescemos durante o dia,
murchamos a tarde,
e morremos a noite.

De manhã somos eternos
e vemos a morte tão distante
e por esta causa
alguns de nós
tornam-se tão arrogantes.

Mas o tempo vai passando
trazendo tristeza ou alegria
com o tempo florescemos
mudamos a nossa filosofia.

Este tempo sei não para
e com ele envelhecemos
nossos corpos vão murchando
e cansados desta lida
nossas vidas vão se acabando.

E então nós percebemos
as vistas tão escuras como a noite
onde a vida foi um vento que passou
e a morte chega como um açoite

para dizer que apenas somos
como flores que nascem no campo
que exalam seu perfume
mas é tão efêmero seu encanto...







Porque Deus amou ao mundo de tal maneira que deu seu filho unigênito, 
 para que todo aquele que nele crê não pereça, 
 mas tenha a vida eterna.
 -João, 3:16-

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Os cães ladram, mas a carruagem passa.

Existe uma enorme influencia advinda de filosofias progressistas que deturpam de forma profunda o conceito familiar, eu sei que é impor...