segunda-feira, 5 de dezembro de 2016

Sociedade corruptível.




Me  inclua fora desta.

Execramos nossos políticos de cada dia,
mas sei que nós todos, todos os dias !

Sempre olhamos a nossa volta
para ver como tiraremos vantagem
isto é uma baita de uma sacanagem!...

Damos o cano no troco
que o rapaz do caixa nos dá
fazemos gato no padrão de luz
e com cara de anjo oramos a Jesus.

...E de forma até sem graça
usamos internet de graça
pirateamos a TV a cabo,
silencioso a gente comete
as mais sórdidas falcatruas
e ninguém tem nada com isto!



O pior que ensinamos os nossos filhos
a tirar vantagem em tudo
a nunca abrirem mão
já nascem com a ambição
com dolo no seu coração.

E ainda julgamos quem faz errado
são nossos malvados favoritos
e ficamos tão aflitos
quando vivemos o conflito
de sermos desafiados
a mostrar com atitudes
que não somos desonestos.

Sei, nem todos são assim!
Me inclua fora desta
Sou um cidadão que presta
não penetra nesta festa!

Só usei de forma fictícia
a primeira pessoa do plural
pois sou um cara legal!...

Tá legal!

Ninguém é assim tão perfeito
não há nenhum santinho neste mundo
quem nunca errou nem por um segundo
não é tão ruim o meu defeito,

meu vizinho este sim!
Precisa tomar jeito
que sujeito mais imperfeito...

********


 Uma sociedade só tem para oferecer daquilo que a ela amiúde é inserido, aquilo que amiúde se impregna no seu convívio.

Necessitamos urgentemente de referencias que possam nortear esta mesma sociedade para que ela não fique mais a deriva.

Ela não pode de forma alguma vegetar sem nutrientes da dignidade que a tornaria algo mais sublime do que uma aglomeração de pessoas.

É preciso ideais que implementem de forma idônea e reverberante toda uma ideologia para que se mude a filosofia de viver, para que nossos filhos sejam algo mais do que números de estatistas, mas se convertam em potenciais de uma estabilidade...

*********

Ontem eu vi uma multidão que cheia de razão saiu pelas praças e avenidas em um verdadeiro mutirão e de forma lícita questionar seus direitos.

 O que sou terminantemente a favor, eu já não tenho mais estomago para ver tantos políticos incólumes e ainda buscando cada vez mais, uma forma de se resguardarem se protegerem das mazelas que amiúde fazem.

O que aumenta ainda mais a sensação de impunidade e que não vale a pena arvorar a bandeira da dignidade, e de que o crime compensa.

Mas quem colocou estes políticos no poder, eles não caíram de paraquedas, vieram em uma nave espacial, saíram de uma sociedade corrupta cuja consciência coletiva esta corrompida deturpada.

Isto não alivia de forma alguma a postura réproba destes mesmos políticos imorais, pessoas abjetas, evidentemente sei que existem os que arduamente lutam pela honra e a dignidade.

Duas coisas são imprescindíveis, que nossas famílias seja exemplo e também voltem a ensinar nossos filhos a serem educados para que a sociedade volte a respirar um pouco mais de respeito ao próximo.

Que os pais aprendam a dizer não aos caprichos de seus filhos, que as escolas coloque de forma contumaz em suas pautas  educação cívica, e as aulas de civilidade possam ser sementes brotadas em lúdicos e inocentes corações que forjaram anticorpos contra todos os ideais corruptos.

E que em curto prazo nossas leis verdadeiramente funcionem prendendo sem exceção estes mesmos estúpidos políticos que se acham incólumes e com isto apodrecem as gestões que gerenciam nossa nação.

E pelo amor de Deus!

Que estes mesmos políticos sejam estigmas em nossas consciências para que sejam banidos para sempre de nossas urnas.

Que este mesmo povo que sai as ruas para reclamar seus direitos, façam fazer estes direitos na hora de votar, e acima de tudo que haja um movimento sem precedentes no sentido de extirpar este câncer que se instalou na politica.







Porque Deus amou ao mundo de tal maneira que deu seu filho unigênito, para que todo aquele que nele crê não pereça, mas tenha a vida eterna. -João, 3:16-

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Se você se lembrar de mim. [Ao ouvir Chris Thompson ]

A importância de saber lidar com sentimentos subjetivos é imprescindível para que tenhamos equilíbrio. Às vezes o passado torna-se...