sexta-feira, 21 de novembro de 2014

Apologista do amor.

Vou trilhando o meu caminho
vou tecendo a minha fé
vou vivendo a minha vida
carregando os meus sonhos
meus desejos meus anseios
no suspiro da esperança.

Trago em meus ideais
o mais sublime ideal
eu me sinto um visionário
sou de Deus correligionário
um sincero emissário.

No pressagio que me faço
meu caminho é de luz
tenho Deus no meu presente
e meu futuro é com Jesus
pois minha vida lhe pertence.

Eu não quero ser nada demais!
e nem ir além do eu sou
sou apenas um alguém
que preconiza a sua fé.

Eu me sinto um solitário
até mesmo incompreendido
mas a coisa que dói mais!

Eu nem sempre sou querido
comumente ignorado
sempre posto de lado.

Mas aprendi conviver com isto
isto não adultera a minha paz
e nem a minha vontade que lutar
e com a luta conquistar
o direito que eu tenho
de ser apenas um sonhador
apologista do amor!








Porque Deus amou ao mundo de tal maneira que deu seu filho unigênito, 
 para que todo aquele que nele crê não pereça, 
 mas tenha a vida eterna. 
-João, 3:16-

quarta-feira, 19 de novembro de 2014

O coração
























O coração que bate num grande homem
nunca foi o mesmo que bate num homem grande
e difere do coração que bate num homem pequeno
onde o grande se torna pequeno
mas o pequeno pode se tornar grande.

E seja grande ou pequeno
torna-se antidoto ou  veneno...

Se o coração for imenso
estará sempre propenso
de tamanho intenso,
mas se jaz pequeno o coração
diminuto é o cidadão.

Seja o homem grande ou pequeno
bem maior é o seu veneno,

Sendo pleno
jaz em si um coração
do tamanho da emoção
de um amor tão verdadeiro
que o torna um hospedeiro

do incomensurável amor de Deus



Porque Deus amou ao mundo de tal maneira que deu seu filho unigênito, para que todo aquele que nele crê não pereça, mas tenha a vida eterna. -João, 3:16-

terça-feira, 18 de novembro de 2014

Peregrinos forasteiros neste mundo...


















Sem fazer juízo de valores
e nem mesmo tenho  o direito de fazê-lo!
Meus olhos veem a morte de um missionário
e minha mente viu neste varão
um renomado líder  cristão.

Debrucei-me sobre a sua homilia
admirei-me com a sua sabedoria,
atravessou o mundo, cruzou continentes
impactou influenciou a vários crentes,
aonde grandes e pequenos
categóricos e tão plenos
daquilo que ele preconizava.

Houve muitos que dele discordaram
acharam suas ideias até mesmo surreais
psicodélica a sua filosofia
alvissareira sua liturgia.

Muitos teólogos conservadores
até mesmo os que são reformadores
da doutrina grandes conhecedores
contestaram suas ideias...

Mas os grandes tele evangelistas
influenciadores de multidões
que resplandecem sobre as nações
deslumbrados o exaltavam
suas teorias assimilavam.

Aos que eram contra!
Eu digo que ele surpreendeu
fez historia apareceu
influenciou envolveu...

Aos que eram a favor!
Eu digo que ele veio viveu
sua história escreveu,
mas passou foi embora
morreu!...

E somente Deus pode dizer
validar ou invalidar
tudo aquilo que ele preconizou
tudo aquilo que ele escreveu.

Entre os que são pros
e os que são contras,
está testemunho de vida
e as ideias que ele difundiu
cantou chorou sorriu
partiu...

E tudo que eu aprendi

é que somos meros
efêmeros
perecíveis
peregrinos forasteiros neste mundo...










Porque Deus amou ao mundo de tal maneira que deu seu filho unigênito, para que todo aquele que nele crê não pereça, mas tenha a vida eterna. -João, 3:16-

sábado, 15 de novembro de 2014

Canção do exílio.

Minha terra tem palmeiras,
onde canta o sabiá;
as aves, que aqui gorjeiam,
não gorjeiam como lá.

Nosso céu tem mais estrelas,
nossas várzeas têm mais flores,
nossos bosques têm mais vida,
nossa vida mais amores....
******

...Vivemos uma ditadura abstrata
que nos envergonha pelo nosso passado
e deturpa o nosso presente
compromete o nosso futuro.

Que segrega os nossos valores
adultera a nossa moral
vilipendia os bons costume
nos ludibriando descaradamente.

Perdeu-se o bom senso
e nós assim tão passivamente
de maneira estupida e insensatamente
omitimo-nos contumazmente.

Poderia ser tão diferente
se a gente
acreditasse um pouco mais na gente
exigíssemos um pouco mais da gente
não aceitássemos comodamente
a tudo isto que é feito com a gente
e a gente...

Nós?!...

Somos apenas gente
que virou massa de manobra
pobre povo maleável
que esqueceu-se de viver
de uma forma proativa.

Minha terra tem palmeiras
onde canta o sabia
e os heróis que aqui peleiam
não labutam como os que labutavam lá
e a esperança de vitória
de ver mudar a nossa história
vi morrer com os nossos heróis
que contaram a sua história,

pois jamais imaginariam
ao nível que desceria
aqueles que os substituíram
hoje gananciosamente nos ludibriam.

Vou voltar para o passado
abstrair-me com Gonçalves dias,
e na canção do meu exílio
me sentir menos exilado
pois minha terra tem palmeiras
onde canta o sabiá.

Suas historias reviver
e acreditar que já tivemos gente
amava esta nação
vou tentar ser Gonsalves dias
para a minha geração
e fazer dos meus poemas
minha triste desilusão.

******
Não permita Deus que eu morra,
sem que eu volte para lá;
sem que desfrute os primores
que não encontro por cá;
sem qu'inda aviste as palmeiras
onde canta o sabiá.










Porque Deus amou ao mundo de tal maneira que deu seu filho unigênito,
 para que todo aquele que nele crê não pereça, 
 mas tenha a vida eterna.
 -João, 3:16-

sexta-feira, 14 de novembro de 2014

Cracolândia

Lembro-me da história que ouvi sobre um velho professor que gostava de caminhar pela praia.
Certa manhã, ele depara-se com um jovem que incansavelmente pegava estrelas− do− mar que estavam na praia e as arremessava de volta para a água,
e ao ser indagado pelo velho sobre o porquê de tão persistente atitude o jovem lhe respondeu:

− É que o sol vai esquentar, e elas morrerão se permanecerem aqui.

Um tanto cético, o velho replica:

− Mas existem milhares e milhares delas, e não tem jeito de salvar todas!

O jovem lança mão de mais uma estrela− do− mar e exclama:
− Pelo menos para esta aqui tem jeito!

Então o velho professor arregaça as mangas de sua camisa e começa a ajudar o jovem.

Sinto-me como o jovem dessa história, e o meu coração se faz em constante clamor.
Senhor!
Sei que não posso mudar este mundo, mas pelo menos me deixa tentar!




Porque Deus amou ao mundo de tal maneira que deu seu filho unigênito,
 para que todo aquele que nele crê não pereça, 
 mas tenha a vida eterna.
 -João, 3:16-

quinta-feira, 13 de novembro de 2014

A canção





















A musica traz inserido em seu âmago
a essência abstrata subleva a alma
ela é a ressonância do coração
a sensação que se traduz na emoção.

É o parar no tempo
e sentir-se livre como vento
não importa quem cante
o importante é que encante.

...E a voz do coração
se expressa na canção
que traduz toda emoção
companhia alegria
tristeza ou solidão.

O importante é que a canção
emane o fluxo do amor
fale de luz
mas que acima de tudo
glorifique a jesus.

Posso ouvir uma canção
que fala de amor ao coração
posso trazer a sensação
que foi feita somente para mim
e ouvi-la calmamente
suspira-la lividamente
emanar-me como gente.

E fugir para o infinito
esquecer todo conflito
na voz que sai de um coração
para alcançar outro coração
vem trazendo abstração
com o sabor desta canção
que fala de amor
que fala de Deus
que fala de mim
fala de você
fala da vida
de como é bom viver!






PORQUE Deus Amou ao Mundo de Tal Maneira Que DEU Seu Filho unigênito,
 Pará que TODO aquele Que Nele Crê Localidade: Não Pereca, 
 mas tenha a vida eterna.
 -João 3: 16-

quinta-feira, 6 de novembro de 2014

Clamor pela nação.





















Um autentico avivamento
 só tornar-se-á verosímil,
se paradoxalmente
houver um esfriamento literal
dirimindo o humanismo
que recrudesce o pragmatismo
o hedonismo, o relativismo,
e tantos outros ismos

que redundam no mais terrível eufemismo...



Porque Deus amou ao mundo de tal maneira que deu seu filho unigênito,
 para que todo aquele que nele crê não pereça,
 mas tenha a vida eterna. 
-João, 3:16-

domingo, 2 de novembro de 2014

A FÉ



















É crendo naquilo que eu não vejo que busco o que não alcanço, para trazer a realidade aquilo que na verdade, ainda não existe.



"Hebreus, 11: 01"




Porque Deus amou ao mundo de tal maneira que deu seu filho unigênito, para que todo aquele que nele crê não pereça, mas tenha a vida eterna. -João, 3:16-

Malditos traficantes...

Jovens nas esquinas Vejo jovens nas esquinas e a esquina da vida é a esquina da morte onde a esquina do azar anulou toda sort...