Pular para o conteúdo principal

Assim caminha a igreja! ...





Sempre houve movimentos relacionados a cristandade
que aproximaram ou distanciaram da verdade
movimentos as vezes divergentes
mas sempre aludidos aos crentes.

Existiram movimentos que revolucionaram
outros que deturparam e em nada edificaram
movimentos que glorificaram a Deus
movimentos que o negaram...

E o sangue que jorrou da cruz

sangue que fez Deus, Cristo Jesus
emanar com dor a graça
resplandecendo a sua luz.

Que reverberou-se pelos apóstolos

todos eles tão dispostos
a morrer por aquela cruz!

E deixaram seus seguidores

remanescentes do amor
e por amor se entregaram
o evangelho promulgaram
e a Deus glorificaram.

Mas vieram apostatas

deturpando a mensagem
e com segundos interesses.

E Constantino tocou o sino

e Constantino trocou o hino

fez do império a sua igreja

e a igreja virou império
chafurdada em impropérios...


Foi assim no século X I
com o grande cisma do oriente
que forjaram novos crentes
aonde para o desatino,
separou-se ocidente do oriente
arregimento o império bizantino.

E dois papas tocavam o mesmo sino
mas com um toque diferente
porém  todos bem cientes
que só existe um Deus onipotente.

Depois vieram os reformadores
vitimas dos inquisidores
que ao afirmarem que a salvação é pela graça
tornou-se para o clero a maior desgraça
foram torturados queimados nas praças

e no mais abominável paradoxo
papas e cardeais dizendo-se ortodoxos
negaram aos protestantes e outros o perdão
só porque não professavam a mesma religião.

De forma antagônica vieram os iluministas
grandes filósofos e ou cientistas
no mais abissal ceticismo
ofuscaram a luz com suas trevas
no mais recrudescente agnosticismo...

Também nasceram sublimes cristãos
reverberando contemporâneos cidadãos
sem metodologia ou algo inusitado alvissareiro
eram apenas mensageiros
homens de Deus medianeiros
tinham apenas a bíblia na mão
muito jejum e oração
que avassalavam multidões
impactando várias nações...

E já no inicio do século vinte
algo estranho começou a acontecer
uma forma bizarra de se proceder
e passaram orar em línguas estranhas
e para uns o maior encanto
para outros o maior desencanto,
reverberaram o batismo do espirito santo

... E muitos passaram a fazer coisas estranhas,
pois trazem em suas entranhas
coisas confusas, 
energúmenas façanhas.

Só que o pior ainda estava por vir
tentaram deturpar a identidade
ofuscar toda idoneidade
aonde em meio a tanta celeuma
apregoam a teologia da prosperidade...

Que converte Deus em um serviçal
cúmplice subserviente aos nossos caprichos
e numa liturgia antropomórfica
no mais terrível pragmatismo
tornaram a igreja sincrética
inchada com o hedonismo
bêbada com tanto humanismo.

Isto é pior do que no auge do iluminismo
em que Descartes Voltaire e tantos outros
preconizavam uma consciência agnóstica,
mas não andavam com uma bíblia nas mãos
e nem se denominavam cristãos
não ludibriavam aos nossos irmãos.


Não existiam as estrelas
que hoje cantam sob as luzes da ribalta
e cobram quantias tão altas
ou mesmos falsos correligionários
que se dizem missionários
na verdade mercenários.

Eu queria voltar para inquisição
e morrer queimado na fogueira
eu tenho vergonha de ser cristão...








Porque Deus amou ao mundo de tal maneira que deu seu filho unigênito, para que todo aquele que nele crê não pereça, mas tenha a vida eterna. -João, 3:16-

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

Ansiedade.

Ansiedade é antecipar fatos que ainda não aconteceram, é a premonição hipoteca de algo virtual que habita apenas no campo da imaginação, e por esta causa faz com que o sofrimento seja por antecipação.
Ela deixa de ser benéfica quando a desesperadamente esperamos algo de bom, já que acaba gerando a angustia que culmina no mais terrível conflito de alma.
Pior ainda é quando o tormento de algo que nem aconteceu nos assombra nos deixando sofrer de forma tão precoce como se tudo estive se passando em tempo real, quando poderíamos nos antecipar a tão supostos sofrimentos pedindo a Deus força para lutar contra os mesmos, ou resignação para suporta-los caso os mesmo venham se evidenciar.
Por isto a ansiedade nunca foi benéfica para ninguém e quantas vezes os efeitos psicossomáticos redundam em terríveis malefícios sejam orgânicos ou não.
Porque é tão difícil assim confiar em Deus, porque que na angustia nós bloqueamos  o sentimento de lucidez ignorando que Deus tem o final da nossa historia em su…

Mulher tu és especial!

És tão sublime e trazes essência que te torna especial!
A mais bela entre as flores que exala o perfume do amor e o amor para a vida.
A razão para viver Mulher! Que faz bater forte um coração que suspira enquanto sonha e sonha enquanto pulsa e no eu pulsar solidão expulsa.
És de Deus a criação mais bela sim! Mulher tu és especial! Um sonho tão bom! Que faz bem ao coração pois Deus depois que tudo fez!... Quis fazer ainda melhor!
...E foi assim que você nasceu!

Trazendo suave fragrância da mais sublime essência, és tu ó mulher! De Deus a excelência
De deslumbrante beleza sensível como uma flor tão doce como mel na terra uma parte do céu!...

Sonhe! Obstinadamente sonhe ...

Lembranças alegres são como lindas flores que murcharam em nossos jardins enquanto as lembranças tristes são como pás que desenterram sepulturas fétidas que chafurdam no recôndito de nossas almas.
A vida é como um rio que segue lentamente o seu curso e o que passou jamais voltará e o tempo que já vivemos serão apenas lembranças tristes ou alegres, e ainda que sejam alegres vem com a nostálgica influencia das tristezas por não podermos mais vivenciar algo que ficou no passado.
Viver é a coisa mais sublime que existe, e ainda que estejamos tristes, devemos colocar o prazer supremo de viver acima de nossas momentâneas tribulações, pois a vida passa e só restaram lembranças que nunca é bom relembrá-las...
Viva intensamente para que não haja tempo de voltar ao passado ainda que este passado um dia tenha lhe propiciado algo de bom.
Sonhe! Obstinadamente sonhe como um futuro que te traga felicidade, mesmo que pareça ser apenas uma utopia, sonhe com a alegria, ainda que pareça viver no mundo da f…