sábado, 23 de abril de 2016

Toda vida que há em mim








































Como pássaro abri as asas e voei
sobre as nuvens do céu flutuei
e lá do alto toda terra contemplei.

E na nave dos meus sonhos
descortinei meus olhos tristonhos
esqueci meus pesares enfadonhos.

E voei fui ao céu
onde seu véu
diluiu o meu fel.

Esqueci toda angustia e dor
e da paz bebi seu teor
esta paz tinha o gosto do amor.

O amor com carinho me amou
a alegria feliz me abraçou
e um cântico em minha voz ecoou.

A lua ilumina a noite
e a noite não é mais um açoite,
já não temo o escuro da noite

nem tenho mais medo do amanhã
pois o sol vai nascer amanhã
e eu vou renascer a cada manhã

para ver o sol nascer
e a vida em mim viver
a luz em mim resplandecer

e num suspiro tão profundo
recriei meu próprio mundo
num segundo eu deslumbro

toda vida que há mim
por isto sou feliz assim
minha vida não tem fim!



VAMOS VIVER ENQUANTO AINDA HÁ TEMPO, ENQUANTO ESTAMOS VIVOS!



Porque Deus amou ao mundo de tal maneira que deu seu filho unigênito, para que todo aquele que nele crê não pereça, mas tenha a vida eterna. -João, 3:16-

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Se um artista cantor ou escritor, julgar-se o dono da razão.

Nós podemos influenciar a mídia sem com tudo sermos influenciados podemos tomar decisões próprias sem com tudo sermos manipula...