domingo, 30 de dezembro de 2012

Mercadores da fé

"Foto extraída do saite Pulpito Cristão"


Embora seja um tanto surreal
e porque não dizer paradoxal!

...Eu contemplo a montagem do que seria
alusivo a mais real demagogia,
pois ao ver a foto de Paulo de Tarso
aludido ao contemporâneo
com dizeres tão propício
destes que ainda hoje
se tornaram emissário
na verdade apenas correligionários
infelizmente mercenários
mercadores da fé.

 

Sei que é um paradoxo
ver uma igreja tão promiscuída
comumente envolvida
num pseudo evangelicarismo
tão efêmero e superficial.

 

Pois perdeu de sua origem
ao apregoar o sincretismo
no abissal relativismo
onde o ínfimo humanismo
reverbera o pragmatismo
e em meio a tantos ismos
chafurdamos no abismo
cultuamos o universalismo.

 

Hoje brilha-se nas ribaltas
entre as luzes de neon
mas não brilhará no céu
já que recosturaram o lúgubre véu
que o Rei Jesus rasgou.

 

Hoje fala-se da graça
mas a aludem a trapaça
e pela graça desta cruz
recrucificam a Jesus
pisoteiam no seu sangue
somos salvos pela graça
mas cultuá-lo não é de graça
nos induzem a sempre dar mais
pois extorquem nosso tesouro
para Deus nos entregar mais!...

 

Jeová jiré virou Mamom
que enriquecem seus emissários
e caímos no conto do vigário,
não se fala mais de pecado
da justiça e do juízo,
pois perderam o juízo
e esquecem que somos tão efêmeros
como a própria flor da erva.

 

Assim seguimos firme
alargando as fronteiras
nos tornando um império
como foi a Babilônia,
hoje reina tal como Roma
ou a curia romana!...




Porque Deus amou ao mundo de tal maneira que deu seu filho unigênito,
 para que todo aquele que nele crê não pereça,
mas tenha a vida eterna.
 -João, 3:16-

terça-feira, 25 de dezembro de 2012

Sincréticos evangelistas




Questionado ou não,


por causa da emancipação

com toda certeza

outros troféus virão.



O que importa é que o evangelho seja pregado,

mas será que verdadeiramente ele está sendo pregado?

Será que Paulo o teria aprovado

ou por ele seria rechaçado?



Poderia dizer que existe um relativismo

com um forte pragmatismo

mesclado ao hedonismo

evidencia-se a mais sutil

tendência para um ecumenismo.



E os nossos artistas gospel?

Que tem como referencial

sincréticos evangelistas

que em suas programações

extorquem milhares de milhões!



...Camisetas, bonecos, livros e bíblias

tudo sempre fazendo media

o que me reporta a igreja da idade media

bizarra terrível comedia.



Mas seguem todos tão incólumes

dizendo serem de Deus

e milhares a segurem os passos tão seus

mas e os meus?



Que ensinei sobre IIcor. 6: 14...

mas que comunhão há entre o fiel e o infiel?

será que estou sendo radical

ao ter tão sincero ideal!



Como os ideais que fizeram os nobres:

John Hus marchando para fogueira

Lutero com suas 95 teses

e eu temo uma tese,



que venham dirimir a verdade

através da teologia da prosperidade

pois com esta alvissareira teologia

tão cheia de encanto e magia

só falam de riquezas e de alegria,



mas não falam de arrependimento

sentimento que nos livrará do tormento

onde haverá só lamento

e pranto e ranger de dentes

temo que estes dentes

sejam dentes de crentes....







Porque Deus amou ao mundo de tal maneira que deu seu filho unigênito,
para que todo aquele que nele crê não pereça,
mas tenha a vida eterna.

 -João, 3:16-

terça-feira, 18 de dezembro de 2012

Um novo cântico



Cantai ao senhor um novo cântico.
Que fale mais de arrependimento

que haja mais resipiscência

que exponha o triste lamento

daquilo que um dia será futuro tormento.



Meu Deus olhai para aqueles,

que cantam e a muitos encantam

mas já não mais encantam o vosso coração .



Não vejo mudança nos povos

nestes que se dizem cristãos novos,

mas vejo em meios a estes

a esperança de um mundo melhor

aonde não haja tantos artistas

com tantas idéias humanistas.

Mas que os que brilham na ribalta

rejeito esta cotação tão alta

e vistam panos de sacos

colocando cinzas sobre a cabeça...



Porque Deus amou ao mundo de tal maneira que deu seu filho unigênito, para que todo aquele que nele crê não pereça,
mas tenha a vida eterna.
 -João, 3:16-

segunda-feira, 17 de dezembro de 2012

Como é bom falar do amor de Deus!



Como é bom falar do amor de Deus!

Levar as pessoas a um mundo melhor
ainda que haja tristeza,
angustias e incerzas.

Como é bom falar do amor de Deus!

Guiar as pessoas a um nortte
ensiná-las a não temer mais a morte
fazê-las acreditar nesta sorte.

Como é bom falar do amor de Deus!

Ser um leve e solto mensageiro
aqui na terra um medianeiro
um ponto que liga ao outro
trazendo Deus aqui para terra
enquanto descortinamos o véu
e levamos almas para céu
fazendo um céu em cada coração
expulsando a dor e a solidão
o ódio a angustia e todo rancor,

e num mundo tão perdido
falar um pouco mais de amor!

Do amor de Deus.





 
Porque Deus amou ao mundo de tal maneira que deu seu filho unigênito,
para que todo aquele que nele crê não pereça,
 mas tenha a vida eterna.
 -João, 3:16-

sexta-feira, 30 de novembro de 2012

Flor de lótus


Ao sentir o perfume da flor
desta flor que perfuma
seu perfume que emana
tal qual flor de lótus
ou rosa de Sarom

Eu senti seu perfume
oh! Meu Deus como é bom!

Eu sei que um dia
arrancaram a rosa
esmagaram a flor
e a flor por amor
destilou seu teor
seu teor de amor

e eu vi o amor
despedaçado ao chão
eu senti esta dor
de saber que o amor
que um dia emanou
ainda hoje emana.

Mas meu Deus!
Quantos se enganam
quantos profanam,
pois quantos proclamam
sem o sincero interesse
de cultivar esta flor
e ao falar de amor
amam apenas a si mesmo.

...E a flor que perfuma
derramando toda a sua pureza
não foi feita pra quem
não deseja seu perfume.

Deslumbram sua beleza
subtraem seu lume,
mas enganam a si mesmos
ao pensar que tal flor
que o perfume do amor
vai sua alma emanar!

Pois estão a sentir
seu próprio odor que tão fétido
mesmo assim falam da flor
não sabendo que o amor
está longe de seus corações...















Porque Deus amou ao mundo de tal maneira que deu seu filho unigênito, 
 para que todo aquele que nele crê não pereça,
 mas tenha a vida eterna.
 -João, 3:16-

sábado, 24 de novembro de 2012

Superficialidades...


Então está tudo certo.

Nem eu te conheço
nem você me sabe,
mas fingirmos sabermos
que vai tudo bem
que somo amigos
quem sabe inimigos
inimigos anônimos.

Que com tapinhas nas costas
fingi-se que gosta
na maior hipocrisia
quem sabe até nós rezemos
a mesma Ave Maria.

Mas  a sua minha senhora
nunca foi minha sua senhora!

Já que nossa senhora
a mim apenas um cacoete
onde o meu Jesus Cristo
é tão diferente do seu
digo que o meu não morreu
mas dizes que o seu reviveu...

Quando saíres
talvez eu te julgue
e até te condene
dizendo ser infame
a sua conduta.

Com certeza dirás!

Seu filho da...

BOM.

Então tá tudo certo!
Quem sabe eu te ligo!

Mas por Deus eu não ligo
se você não me ligar
e se você não se importa
pra mim tanto faz...

Eu mal te conheço
mas te conheço demais!





Porque Deus amou ao mundo de tal maneira que deu seu filho unigênito, 
 para que todo aquele que nele crê não pereça, 
 mas tenha a vida eterna. 
-João, 3:16-

Nós somos filhos da África! ...



















Vieram de tão longe
trazendo no cântico
a tristeza de um sonho
que foi-lhes roubado.

...E os filhos da terra
foram nossos pais
temos a herança dos filhos
somos gente da África
somos áfrica do povo
somos tronco da  raiz
que um dia foi desarraigado.

Em porões navegaram
trazidos a força
foi que os  trouxeram
eles eram os melhores
tão livres ao vento
e vieram de longe
de onde ficaram os sonhos...

No exílio o gemido
o soluçar de dor
do estigma da cor
e da falta de amor!

Tiraram-lhes os pés
que corriam pela terra.
...E a terra mãe África
bate em nossos corações,
pois a pele que nos cobre
e nos faz tão sublimes
temos sangue somos nobres
de homens negros tão dignos
que viveram humilhados
mas vencem calados
sem ter  armas nas mãos.

…E a cor que nos forja
forja em nós a beleza
pois nos somos os nobres
somos filhos da África







Porque Deus amou ao mundo de tal maneira que deu seu filho unigênito,
 para que todo aquele que nele crê não pereça,
 mas tenha a vida eterna. 
-João, 3:16-

quarta-feira, 21 de novembro de 2012

Apenas uma criança que cresceu



Pudera voltarmos ao passado
ao tempo da doce infância
aonde os sonhos eram lúdicos e coloridos
e a vida era um sonho
e sonhava-se com o momento
tão feliz por ser criança,
a gente era a própria esperança,
nossas atitudes eram tão sinceras
não mentíamos a nós mesmos.

Qualquer coisa nos alegrava
e com alma tão alegre
nós pulávamos e brincávamos
esquecidos do amanhã.

O amanhã que veio ontem
nos tornando mais maduros
mesmo assim tão inseguros
com o futuro que nos espera.

Na verdade o que nós somos!
É só um vislumbre do que fomos
pois sei que ainda somos
apenas uma criança que cresceu
e matou a inocência
que havia em nosso olhar.






Porque Deus amou ao mundo de tal maneira que deu seu filho unigênito, 
 para que todo aquele que nele crê não pereça,
 mas tenha a vida eterna.
 -João, 3:16-

terça-feira, 20 de novembro de 2012

Meu mundo egocêntrico


 

...Análogo a Sidarta Gautama,

sai por este mundo, afora

numa viagem virtual,

e vi os pobres e miseráveis,

e muita fome peste e dor

muita falta de amor!...

 

Fui além das minhas fronteiras

caminhei no infinito

chafurdado em meu conflito

angustiado e tão aflito

não achei a solução.

 

Mas o mundo sempre esteve lá

e eu sempre estive aqui

no meu mundinho inanimado

deste mundo alienado

que parte de mim para fora

enquanto tudo lá fora

continua sempre um caos...

 

Pois o mau sempre foi mal

mas o bem sempre venceu

e venceu até morrendo

pois por mim ele morreu...

 

E eu,

 

vejo os pobres e miseráveis

de meu mundo egocêntrico

filosofo nesta vida

sobre as dores deste mundo....

 




Porque Deus amou ao mundo de tal maneira que deu seu filho unigênito, 
para que todo aquele que nele crê não pereça, 
mas tenha a vida eterna.
-João, 3:16-

Mas o homem amou ao mundo de tal maneira,
Que rejeitou o unigênito de Deus

Para que aquele que nEle não crê pereça eternamente...



quinta-feira, 15 de novembro de 2012

É a seiva da existência!












D entro de seu coração
E xiste a essência maior
U m sentimento tão profundo
S ublime que muda o mundo.

É a seiva da existência!

A lgo que não se compra se compara
M uito além de nossas compreensões
O amor de Deus para com os homens
R everberando nossos corações



Porque Deus amou ao mundo de tal maneira
que deu seu filho unigênito,
para que todo aquele que nele crê não pereça,
mas tenha a vida eterna.
-João, 3:16-

terça-feira, 6 de novembro de 2012

O Jardim dos segregados



Eu vivo a minha própria festa
e bailo em meio as minhas próprias flores
ainda que elas não exalem o perfume para os outros
que não sabem da sua deslumbrante  beleza !...

Então eu olhei por  de fora do muro
e vi pessoas riquíssimas
nas mansões luxuosas
aonde havia tanta ostentação!

...Ao longe tocava a mais linda canção
meu Deus tocava a minha canção!

Pelo menos tínhamos algo em comum,
então cantei esta mesma canção
que alentava a tantos corações...

E eu...

Saí feliz dançando e cantando na chuva
não me importa se não me deixaram entrar,
pois a canção não saiu do meu coração
e nem o perfume das flores
do meu lindo jardim abstrato
o jardim dos segregados...



Porque Deus amou ao mundo de tal maneira que deu seu filho unigênito,
 para que todo aquele que nele crê não pereça,
 mas tenha a vida eterna. 
-João, 3:16-

domingo, 4 de novembro de 2012

Já dizia William Shakespeare...


Ser ou não ser? 
Eis a questão!

Já dizia William Shakespeare.

... E vou eu, lembrando-me desta frase, enquanto sigo o meu caminho indiferente dos que  debatem  entre o fundamentalismo legalista um tanto exacerbado que me rotulam de herege, apostata, já que subjugo conceitos antropocêntricos que estrangulam a liberdade do cristianismo fazendo a lei sobrepujar a graça que é irrevogável, incontestável...

Porém, na contra mão dos fatos vejo tanto sincretismo, o relativismo gangrenando a sã doutrina causando uma terrível necrose na liturgia cristã.

Vejo tantos que se dizem instrutores que na sua pajelança mesclam doutrina absurdas em meio ao evangelho ensinando aquilo que Jesus Cristo nunca ensinou!...

Talvez se eu tivesse me tornando um doutor na religião que ainda na atual conjuntura forma seus fariseus contemporâneos com perdão da redundância...

 Porém com outro pseudônimo, um rótulo que ludibria a tantos que havidos para serem enganados os reverenciam dando a estes mesmo líderes um conceito que eles nunca o tiveram...

Mas tal como um naufrago a beira da praia na ilha ao qual fui deportado "deste sistema extremamente corporativista".

 Envio as minhas mensagens na esperança de que as minhas garrafas virtuais cheguem em mãos idôneas  e interessadas em um evangelho puro e simples.

Sem legalismo, ou sem eufemismo...

e que verdadeiramente almeje corações transformados e não um proselitismo religioso insosso e sem vida...



Porque Deus amou ao mundo de tal maneira que deu seu filho unigênito, para que todo aquele que nele crê não pereça, mas tenha a vida eterna. -João, 3:16-

Lanterna dos afogados.

Quando eu adentro em uma igreja e me prostro diante da presença de Deus est...