sábado, 30 de dezembro de 2017

FELIZ ANO NOVO !



Talvez não tenhamos tantos motivos para sorrir
para cantarmos canções que falem de alegria
talvez nossas noites tenham sido tão vazias.

Longas e tristes noites solitárias! ...

E elas tenham sido insones e enfadonhas
na dor de nossas almas tão tristonhas
por causa da situação
que muitas das vezes
angustiou nosso coração.

Quantas vezes sentimos a
dor do descaso e da tristeza
e até mesmo a dor da ingratidão!

E sofremos calados num canto de lado
chorando baixinho
estando tão sozinhos,
como nos feriu tantos espinhos!...

Mas o importante é que sobrevivemos
estamos vivos nós vencemos!
superamos ainda cremos
que tudo vai melhorar!
é só ter fé acreditar!



Por isto quero desejar a todos
não apenas um  feliz ano novo
muito além do sempre todos desejam
já que o fazem de forma tão maquinal
de uma forma tão superficial!..

De verdade com toda sinceridade!

Quero seja um ano bem melhor
do que este ano que passou
em que muitos de nós
tivemos mais motivos
para chorarmos
do que uma razão obvia
para poder nos alegrarmos!

Mas existe um ano novo
batendo em nossas portas
celebraremos a esperança
pois é tudo que importa;

Enchermos os corações de fé
em nossos sonhos acreditar
e por eles voltar a lutar

sem se importar com o que passou
se sorriu ou se chorou,
ou se alguém nos magoou...

Um novo ano começou
a esperança não morreu
pois o sonho não acabou!...

Quero enfaticamente desejar
Um alegre e radiante ano novo
e se for necessário
que comecemos tudo de novo,
pois temos vida temos Deus
que guia os passos meus,
com certeza também guia
todos os passos que são seus!

Ele sabe o que melhor pra gente
basta nele sermos crentes
e haja o que houver
custe o que custar!

Devemos sempre seguir em frente
firme forte a acreditar
com esperança e muita fé
nós iremos conquistar!

Que todos os sonhos se realizem
para novos sonhos começarem
mas acima de tudo,
nunca deixe de amar!

Pois o amor é toda essência
que nos dá serenidade e consciência
nos tornando tão maduros
cheio de experiência
para vivermos a vida
que sempre foi a razão maior
 de nós estarmos aqui!

A chorar ou a sorrir
nós devemos sempre prosseguir
seja na alegria ou seja na dor
nós somente seremos felizes
se vivenciarmos o amor
o verdadeiro amor!

Não apenas por um momento
em efêmero contentamento
mas que seja um sentimento perene
entre todos o mais solene
que se estenderá por todo ano.

Pois um ano inteiro está chegando
foi criado somente para nós
idealizarmos o nosso futuro
olharmos por cima do muro
que oculta o horizonte

iremos galgar nossos montes
no brado jubiloso da nossa vitória,
o ano chega para nós,
esperando que mudemos nossa historia.


Que nossos sonhos se concretizem
neste ano que está chegando
nos dias que nos esperam
cedendo para nos ver
e dia após dia,
conosco conviver.

Bastar somente acreditar
no fundo coração desejar,
mas é imprescindível amar
acima de tudo confiar
jamais ter Deus como subterfúgio
convertê-lo em nosso refugio,

pois ele prepara o ano que chega
alegre como uma criança
esperando para nos ver sorrir
e os nossos sonhos se realizarem.

Feliz ano novo!







O choro pode durar por toda  uma noite mas a alegria vem pela manhã.
Salmos, 30: 05 p/ b 

quinta-feira, 28 de dezembro de 2017

Carta aberta ao STF




A lei jamais deve ser elaborada por partidários do subjetivismo, para que conceitos egocêntricos não venham dirimir a sua imparcialidade.

A lei em si torna-se profícua a partir do instante em que se busque com verdadeiro altruísmo o favorecimento da dignidade pautando-a na ética decência e honestidade.

Quando um paradigma cônscio se torna a base para uma sociedade, esta, com certeza, primará para justiça valorizando uma filosofia transparente.

O que não se pode admitir é que conceitos deturpados que desonram a hegemonia sejam preconizados como prática de vida.

Mas acima de tudo é imprescindível que se respeite quaisquer conceitos que formam uma filosofia de vida dando a esta filosofia o estilo que ela impõe, desde que estes mesmos conceitos respeitem outros conceitos sem hediondos preconceitos.

E ainda que deles não faça parte, ainda que com ele não concorde, todo conflito de ideias dever-se-ia ater-se apenas na teórica temática que arregimenta o campo das ideias...

Ninguém é obrigado a aceitar ao princípio que o outro deseja impor, assim como ninguém tem o direito de impor algo que não se adéqua a princípios antagônicos aos seus.

Porém ninguém tem o direito de impedir que um preceito subjetivo seja preconizado desde que este mesmo princípio não coloque em duvidas a hegemonia do convívio social.

O que não se pode de forma alguma é germinar leis que favoreçam de forma arbitrária, egocêntricos sortilégios que deturpam a hegemonia da lei.

Dura lex, sed lex

Ou seja.


A lei é dura, mas é a lei. 




Quando os justos se multiplicam, o povo se alegra;
 o povo se aflige, quando o perverso governa.
Prov. 29: 02 


segunda-feira, 25 de dezembro de 2017

G R A T I D Ã O . [Ao ouvir He's My Brother]



Um simples gesto de amor
trazendo  solidariedade
e se abre o coração
demostrando bondade

e uma mão tão amiga
estendida a um necessitado
sem nenhuma demagogia
ajudando ao segregado

talvez um simples abraço
ou um belo sorriso
sei que é o bastante
para levar ao paraíso.

O antidoto do ódio
da tristeza e da dor
há que dê, há quem recebe
este elo do amor!

Vale mais do que as riquezas
a joia mais preciosa
uma dádiva de Deus
sei tão valiosa

que nos torna sublimes
neste gesto cristão
quando nós reconhecemos
o valor de um irmão

neste mudo de ódio
e de tanta violência
ainda há esperança
maravilhosa essência.

para aquele que se doa
que estende a mão
e aquele que recebe
retribui com gratidão.

E quem sabe então
ainda que pareça utopia
nós vencermos o mal
com tão dócil harmonia

esta magnifica essência
tão sublime teor
que nos faz tão humanos
de profundo amor!






Porque Deus amou ao mundo de tal maneira que deu seu filho unigênito, para que todo aquele que nele crê não pereça, mas tenha a vida eterna. -João, 3:16-

É tarde demais!




É tarde demais para dizer adeus,
a Deus!
Esquecer aquele que guia todos os passos meus! ...

É tarde demais para de uma outra forma pensar
que não seja a Jesus Cristo acima de tudo amar!

Me envolvi,
e fui deixando me levar
e dia após dia eu aprendi a confiar!

Ele tornou tudo que eu tenho
e não dá para desprezar
aquele que ao longo do tempo
tanto aprendi a amar!

Já tive muitas decepções
muitas dores e desilusões
nesta vida já fui muito humilhado
e sofri fui tão rejeitado
e ficava num canto calado,
mas deixei tudo de lado,
priorizei ao meu doce Deus amado! ...

Sem pompas e sem honrarias
na solidão de minha vida
por eu mesmo me fui consagrado
se me vissem me teriam por um aloprado
eu sozinho em um quarto fechado,
louvando e adorando-o
e por mim mesmo
todo azeite sendo derramado! ...

Em fim
eu mesmo
por mim mesmo
fui consagrado
vi minha alma e todo o meu corpo
pelo azeite encharcado.

É tarde demais!

Para dizer adeus!
eu me envolvi tanto
que não saberia viver sem Deus!






Porque Deus amou ao mundo de tal maneira que deu seu filho unigênito, 
 para que todo aquele que nele crê não pereça,
 mas tenha a vida eterna.
 -João, 3:16-

quinta-feira, 21 de dezembro de 2017

A nossa vil natureza.




O amor de Deus é o reflexo, a reciprocidade de oferecer-lhe e a medida em que emanamos de nossos corações um sentimento análogo ele manifesta em nós, através de nós, toda dignidade intrínseca a verdade que reverbera a sua identidade.

Deus não nos impõe condições que vão além de nossas limitações, tudo isto porque a sua infinita misericórdia e sabedoria faz das circunstancias um instrumento irrefutável a aprimorar as nossas vidas para que possamos achegar a ele.

São estas circunstancias que nos tornam mais incólumes das próprias falhas que a nossa vil natureza amiúde nos impõe e ainda que pareça que estamos perdendo valores, na verdade nós estamos apenas trocando o efêmero pelo perene.
Estamos trocando o que é temporal pelo o que é eterno.

E a medida que renunciamos a nossa natureza e tudo aquilo que a recrudesce fortalecemos nossos espíritos adentramos em um estado de espírito totalmente hegemônico fazendo com que a graça de Deus seja cada vez mais abrangente.

Seu amor é puro justo e verdadeiro, por isto a necessidade de buscarmos consolidar nossa essência de tal maneira que permita que este incomensurável inefável sentimento alcance o mais recôndito de nossa alma.


Ir além diante de Deus significa ficar muito aquém daquilo que faríamos por nossas próprias forças, por nossos próprios méritos. 




Porque Deus amou ao mundo de tal maneira que deu seu filho unigênito, 
 para que todo aquele que nele crê não pereça, 
 mas tenha a vida eterna.
 -João, 3:16-

domingo, 17 de dezembro de 2017

O verdadeiro sentido do natal!...




O verdadeiro sentido do natal só terá o devido valor se com toda sinceridade reconhecermos e celebrarmos a morte de Jesus Cristo na cruz do calvário.

Pois a sua breve história que começou dentro de uma manjedoura, ironicamente culminou-se com seu corpo desfigurado em uma cruz.

Lá estava o Deus Jesus, e com ele toda esperança de perdão e de luz.

E tudo começa com a degeneração da raça humana cuja prole vivenciada em Adão e Eva quando preferiram ouvir a voz da insurreição de satanás que se apossando de uma vil serpente insuflou o ego daqueles que eram a imagem e semelhança de Deus.

Imagem e semelhança que acabou ficando deturpada e não resplandecia mais a santidade que emanava de seus corpos nus, como que em um invisível véu de inocência.

Ao reconhecerem que estavam nus, reconheceram também que macularam a dignidade da inocência e seus corpos tão sublimes passaram a emanar o vil extinto humano que hoje nos segrega da bondade e misericórdia de Deus.

Foi necessário que este mesmo Deus lançasse mão de uma de suas criaturas sacrificando-as para que através de um sacrifício vivo, tanto Adão como a própria Eva cobrissem aquilo que estava oculto aos seus olhos por causa da glória de Deus.

E de lá para cá, homens nasceram, homens morreram, mas todos viveram condenados por um erro que eles não cometeram, mas herdaram de Adão e de geração em geração, todos sem acepção de pessoas estavam sujeitos a condenação.

Até que Deus veio como Jesus aceitou para si toda condenação e como maldito morreu na cruz, para que por meio de seu sangue resplandecesse toda glória e toda luz.

E então este doce Deus amado, como reles animal foi imolado, na cruz foi sacrificado, só para perdoar nossos pecados.

E aquele que nasceu na manjedoura reverberou novamente toda luz, como ele não nos vemos mais nus, nossos corpos foram santificados com a glória de Jesus.


Porque Deus amou ao mundo de tal maneira que deu seu filho unigênito, 
 para que todo aquele que nele crê não pereça, 
 mas tenha a vida eterna.
 -João, 3:16-

sábado, 16 de dezembro de 2017

Sonhos, ilusões e desilusões!...



Castelo de areia.

Eu fiz um castelo tão lindo
mas a onda veio e o levou!...
Era um castelo de ilusões
cujo sonho acabou.

Eu quis irar-me com o mar

ao ver a onda o levar
eram pequenas minhas lágrimas
diante da imensidão deste mar.

A vida é como o mar

às vezes tão calma
e vai sossegada
flutuando vai alma,

às vezes é bravia

outrora fugidia
às vezes é tão triste
sem nenhuma alegria,

mas ela sempre foi vida

vale mais do que um castelo
vale mais do que um sonho
viver é tão belo.

E a dor que me invade

quer no peito arder
amanhã vai passar
deixarei de sofrer.

Sou mais sublime que a dor

eu sou da essência do amor
e o amor é tão forte
bem mais forte que a morte

e quem tem esta sorte

que valoriza o seu coração
ele ainda que chore
sofra por uma ingratidão

é maior que angústia

pois se torna a esperança
de quem perdeu sua fé
e hoje morre aos poucos

pois se acha infeliz

e se esquece de que
traz em si o dom maior
pulsa em seu peito a vida.

Ela mais que um castelo

muito mais que um sonho
e se o sonho se foi
sei que a vida ficou

e ficou pra sonhar

vale a pena esperar
para ver o sol nascer
amanhã é outro dia!...

Vale a pena viver!


pois a vida é um vinho

de inigualável sabor
e quanto mais for maduro
mais saboroso é o teor

pois assim é o amor

que envelhece dentro da gente
somos recipientes
de tão nobre teor.

O teor do amor.


...Mas o vinho melhor

derramou-se da cruz
ele encharca nossa alma
este vinho é Jesus.

Quem beber desta luz

suportará sua cruz
vencerá toda dor
vai vencer com o amor

e depois da vitória

saberá que sua história
vale mais que um castelo
um castelo de areia...

[ Do livro Síndrome das drogas.]





Porque Deus amou ao mundo de tal maneira que deu seu filho unigênito, 
 para que todo aquele que nele crê não pereça,
 mas tenha a vida eterna. -João, 3:16-

Quando ouvia Good times! ..

“Solidão é quando você tem que rir cantar e falar sozinho para esquecer o som de sua própria voz.” Lembro-me desta frase que tinha...