terça-feira, 30 de dezembro de 2014

FELIZ ANO NOVO!










Existe a mais sublime esperança
de um maravilhoso ano que começa
aonde vale a apena sonhar!
E por este sonho lutar
e a vitória conquistar!

Eu desejo um feliz ano novo!
Eu desejo o sorriso à alegria para o meu povo
eu sonho com uma sociedade consciente
com um povo não tão doente carente.

Verdadeiramente ver o fim da corrupção
eu quero cantar uma nova canção!
Sem vivermos enganados
por pusilânimes sendo ludibriados.

Não quero ver a saúde morrendo a miúde,
a inclemência da violência
nossos filhos na escravidão das drogas.

Eu quero viver um feliz ano novo
eu quero a idoneidade no meu povo
o fim da ditadura abstrata
ideologia que tanto nos maltrata

dizer que não somos mendigos
reféns de migalhas que nos dão
que nos devolvam o que nos roubaram
e não cobrem de nós esta inflação
por causa de má conduta de má gestação.

Não quero que o povo
que hoje bebe e que brinda
continue bêbado no decorrer do ano
achando isto tudo normal
até que se chegue o próximo natal

Feliz ano novo!







Porque Deus amou ao mundo de tal maneira que deu seu filho unigênito, para que todo aquele que nele crê não pereça, mas tenha a vida eterna. -João, 3:16-

domingo, 28 de dezembro de 2014

Dom Quixote de La mancha




Existem jogadores, cantores, artistas...
Que adotam o estilo metrossexual.

Por que não pastores e levitas,
o que haveria de mal?

Afinal!

O mundo evoluiu tanto,
porque que não se valer de tal encanto?!

Existem valorosos homens de negócios
hábeis investidores da bolsa
um espelho a se mirar
um exemplo tão imitado
por vários lideres evangélicos
que com ares angelicais
não vêem nada demais
em tornarem-se como tal
o markind contumaz
fazendo seu merchandays
O plus for Power
For one Word gospel.

É...
Desta vez não rimou!

Não teve graça...
Isto tudo acontecendo!...
E eu aqui na praça!
Dando milhos aos pombos...

Mas isto não é evangélico!
E daí!
Tanta gente também não!

E no entanto está aí de pé
extorquido a nossa fé
defraudando
corrompendo e enganando
vergonhosamente usurpando.

Vejo líderes Pilatos
que soltam Barrabas
enquanto lavam as mãos
vejo cristo novamente crucificado
na ignorância de muitos irmãos.

Pai afasta de mim este cálice.
Como beber desta bebida amarga!
De muito gorda a porca já não anda
de muito cega a faca já não corta...

Mas isto também é musica secular!

Isto tudo acontecendo e eu aqui na praça
dando milhos aos pombos

Outra vez!
A mesma musica secular?!...

Saudades de Jair pires
daquela gente humilde
rotulada de simplórias
cujo valor maior
estava apenas historia
no testemunho que davam
na retórica que preconizavam.

O valor maior era na alma que ouvia,
Deus não se sentia incomodado
nem tão pouco era ajudado
com tantas luzes de neon
com o brilho da ribalta
esta cotação tão alta
que fez do evangelho um show
e de mim um Dom Quixote
a lutar contra os moinhos de ventos.

E como Dom Quixote
serei taxado de louco
talvez isto ainda seja pouco,
um inconveniente reacionário
um anônimo sectário
que com a sua lança nas mãos
luta contra moinhos de vento
o vento da apostasia.

Silêncio na cidade não se escuta
de que me vale ser filho da santa
melhor seria ser filho da outra
outra realidade menos morta
tanta mentira, tanta força bruta

como beber dessa bebida amarga
tragar a dor, engolir a labuta
mesmo calada a boca, resta o peito
silêncio na cidade não se escuta
De que me vale ser filho da santa


Pai, afasta de mim esse cálice
Pai, afasta de mim esse cálice
Pai, afasta de mim esse cálice
de vinho tinto de sangue...


Chico Buarque me perdoe.
Com tantas imitações
não teve como inspirar-me
em uma de suas pérolas...

E já que eu usurpei de Chico Buarque,
devo desculpas também a José Geraldo.

O dia vai chegar
estou me preparando porque antevi
No livro que lhe empresto e você não aceita a verdade ali...




Porque Deus amou ao mundo de tal maneira que deu seu filho unigênito, 
 para que todo aquele que nele crê não pereça, 
 mas tenha a vida eterna. 
-João, 3:16-

sábado, 27 de dezembro de 2014

Aprender com os erros.




























Existe uma diferença enorme entre uma alma triste e melancólica e uma alma abstraída e contemplativa, e o que difere as duas é o tempo que se leva para se aprender com os erros e com o sofrimento... 

Com o tempo a gente aprende a olhar calado e refletir no resultado que as nossas atitudes proporcionariam, e ao agirmos sem as intempestividades de outrora raramente nos equivocamos e ao equivocarmos estamos mais amadurecidos para reconhecer nossos erros...

Romanos, 5: 3 - 4




Porque Deus amou ao mundo de tal maneira que deu seu filho unigênito, para que todo aquele que nele crê não pereça, mas tenha a vida eterna. -João, 3:16-

quarta-feira, 17 de dezembro de 2014

Como pétalas ao vento.

 No jardim de Deus
descansaram em paz almas calmas
cujo nome não conhecemos
mas seu sangue sei percebemos
são flores que perfumam o céu...

Sei campos de Elíseos não foi
nem no limbo crianças brincaram
mas o estigma de corpos em sangue
por onde estes corpos deitaram
o amor e a fé eles ceifaram
como sementes no solo morreram,
mas outras sementes geraram.

Somos flores que perfumam aqui
do pólen que um dia flutuou
com amor o evangelho anunciou
com a dor chaga em sangue doou
aquilo que de graça ganhou.

São flores que aqui Deus colheu
cujas mãos santas guardaram
para si lá no céu replantou
e o perfume de Deus exalou
quando o sangue de mártires jorrou...

Por amor ao seu Deus se entregaram
com temor salvação proclamaram
e o nome de Jesus glorificaram
no amor pelo Rei sei partiram
e os pilares da igreja fundaram.

Como pétalas vento voaram
seu amor para Deus ofertaram
no reino do céus elas entraram
sua fé estes santos guardaram...

Que sejamos um
em um só ideal
para se forjar um só estilo de vida
ainda que sejamos diferentes...

Que a nossa essência seja única
para que nossa consistência seja forte
e fortalecidos nos tornemos imbatíveis
pela graça que nos foi dada.
e Jesus Cristo,
em sua infinita misericórdia
possa nos consolidar
como sua fiel noiva
para que todos possam ver
a nossa luz brilhar
na simplicidade de viver...

Viver para Deus
com Deus
em Deus.




Porque Deus amou ao mundo de tal maneira que deu seu filho unigênito,
 para que todo aquele que nele crê não pereça,
 mas tenha a vida eterna.
 -João, 3:16-

sexta-feira, 21 de novembro de 2014

Apologista do amor.

Vou trilhando o meu caminho
vou tecendo a minha fé
vou vivendo a minha vida
carregando os meus sonhos
meus desejos meus anseios
no suspiro da esperança.

Trago em meus ideais
o mais sublime ideal
eu me sinto um visionário
sou de Deus correligionário
um sincero emissário.

No pressagio que me faço
meu caminho é de luz
tenho Deus no meu presente
e meu futuro é com Jesus
pois minha vida lhe pertence.

Eu não quero ser nada demais!
e nem ir além do eu sou
sou apenas um alguém
que preconiza a sua fé.

Eu me sinto um solitário
até mesmo incompreendido
mas a coisa que dói mais!

Eu nem sempre sou querido
comumente ignorado
sempre posto de lado.

Mas aprendi conviver com isto
isto não adultera a minha paz
e nem a minha vontade que lutar
e com a luta conquistar
o direito que eu tenho
de ser apenas um sonhador
apologista do amor!








Porque Deus amou ao mundo de tal maneira que deu seu filho unigênito, 
 para que todo aquele que nele crê não pereça, 
 mas tenha a vida eterna. 
-João, 3:16-

quarta-feira, 19 de novembro de 2014

O coração
























O coração que bate num grande homem
nunca foi o mesmo que bate num homem grande
e difere do coração que bate num homem pequeno
onde o grande se torna pequeno
mas o pequeno pode se tornar grande.

E seja grande ou pequeno
torna-se antidoto ou  veneno...

Se o coração for imenso
estará sempre propenso
de tamanho intenso,
mas se jaz pequeno o coração
diminuto é o cidadão.

Seja o homem grande ou pequeno
bem maior é o seu veneno,

Sendo pleno
jaz em si um coração
do tamanho da emoção
de um amor tão verdadeiro
que o torna um hospedeiro

do incomensurável amor de Deus



Porque Deus amou ao mundo de tal maneira que deu seu filho unigênito, para que todo aquele que nele crê não pereça, mas tenha a vida eterna. -João, 3:16-

terça-feira, 18 de novembro de 2014

Peregrinos forasteiros neste mundo...


















Sem fazer juízo de valores
e nem mesmo tenho  o direito de fazê-lo!
Meus olhos veem a morte de um missionário
e minha mente viu neste varão
um renomado líder  cristão.

Debrucei-me sobre a sua homilia
admirei-me com a sua sabedoria,
atravessou o mundo, cruzou continentes
impactou influenciou a vários crentes,
aonde grandes e pequenos
categóricos e tão plenos
daquilo que ele preconizava.

Houve muitos que dele discordaram
acharam suas ideias até mesmo surreais
psicodélica a sua filosofia
alvissareira sua liturgia.

Muitos teólogos conservadores
até mesmo os que são reformadores
da doutrina grandes conhecedores
contestaram suas ideias...

Mas os grandes tele evangelistas
influenciadores de multidões
que resplandecem sobre as nações
deslumbrados o exaltavam
suas teorias assimilavam.

Aos que eram contra!
Eu digo que ele surpreendeu
fez historia apareceu
influenciou envolveu...

Aos que eram a favor!
Eu digo que ele veio viveu
sua história escreveu,
mas passou foi embora
morreu!...

E somente Deus pode dizer
validar ou invalidar
tudo aquilo que ele preconizou
tudo aquilo que ele escreveu.

Entre os que são pros
e os que são contras,
está testemunho de vida
e as ideias que ele difundiu
cantou chorou sorriu
partiu...

E tudo que eu aprendi

é que somos meros
efêmeros
perecíveis
peregrinos forasteiros neste mundo...










Porque Deus amou ao mundo de tal maneira que deu seu filho unigênito, para que todo aquele que nele crê não pereça, mas tenha a vida eterna. -João, 3:16-

sábado, 15 de novembro de 2014

Canção do exílio.

Minha terra tem palmeiras,
onde canta o sabiá;
as aves, que aqui gorjeiam,
não gorjeiam como lá.

Nosso céu tem mais estrelas,
nossas várzeas têm mais flores,
nossos bosques têm mais vida,
nossa vida mais amores....
******

...Vivemos uma ditadura abstrata
que nos envergonha pelo nosso passado
e deturpa o nosso presente
compromete o nosso futuro.

Que segrega os nossos valores
adultera a nossa moral
vilipendia os bons costume
nos ludibriando descaradamente.

Perdeu-se o bom senso
e nós assim tão passivamente
de maneira estupida e insensatamente
omitimo-nos contumazmente.

Poderia ser tão diferente
se a gente
acreditasse um pouco mais na gente
exigíssemos um pouco mais da gente
não aceitássemos comodamente
a tudo isto que é feito com a gente
e a gente...

Nós?!...

Somos apenas gente
que virou massa de manobra
pobre povo maleável
que esqueceu-se de viver
de uma forma proativa.

Minha terra tem palmeiras
onde canta o sabia
e os heróis que aqui peleiam
não labutam como os que labutavam lá
e a esperança de vitória
de ver mudar a nossa história
vi morrer com os nossos heróis
que contaram a sua história,

pois jamais imaginariam
ao nível que desceria
aqueles que os substituíram
hoje gananciosamente nos ludibriam.

Vou voltar para o passado
abstrair-me com Gonçalves dias,
e na canção do meu exílio
me sentir menos exilado
pois minha terra tem palmeiras
onde canta o sabiá.

Suas historias reviver
e acreditar que já tivemos gente
amava esta nação
vou tentar ser Gonsalves dias
para a minha geração
e fazer dos meus poemas
minha triste desilusão.

******
Não permita Deus que eu morra,
sem que eu volte para lá;
sem que desfrute os primores
que não encontro por cá;
sem qu'inda aviste as palmeiras
onde canta o sabiá.










Porque Deus amou ao mundo de tal maneira que deu seu filho unigênito,
 para que todo aquele que nele crê não pereça, 
 mas tenha a vida eterna.
 -João, 3:16-

Lanterna dos afogados.

Quando eu adentro em uma igreja e me prostro diante da presença de Deus est...